Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Encomendaram-me Uma Revolução - Por Luís Piçarra


Encomendaram-me uma Revolução, mas não sei se tenho tempo...
Vou ver na minha Agenda!...
-Não pode ser assim!... Diz o entendido na matéria. Aquele que sabe tudo, e é especialista em fases e “condições”, para tudo, até mesmo de Revoluções,e acrescenta:
- “isto só vali lá. “evoluindo”... Assim ditam as “condições”!... Tu não sabes, mas isso stá postulado nos clássicos”...
-Se calhar em algum texto que nunca li... Respondi-lhe, na minha santa ignorância, e penalizando-me por não ter iguais conhecimentos, e acrescentei:
-Quer dizer, que isto de Revoluções, já está “demodé”, já não se usam, excepto as promovidas pela NATO, UE, e toda a sorte de golpistas e fascistas!... E as que marcaram o combate milenar contra a exploração e a opressão, são apenas referências históricas irrepetíveis, é assim?
-Claro! Responde ele, e acrescenta, peremptório, ancorado nas suas certezas e vivência, que apesar da sua jovialidade, aparenta uma experiência de séculos:
-No nosso tempo, isto vai lá com os votos!... Repara, disse-me, com ar grave próprio de um entendido na matéria: "em todas as eleições, vamos subindo... Subindo, vamos sempre somando mais votos e mais mandatos, portanto teremos as mesmas possibilidades que os outros!... Estás a perceber?... É assim: Evolução! Evolução! Isso de Revolução já não dá!... É coisa de outros tempos!
Com estes ensinamentos, senti-me mais confortado e aliviado, e fui mesmo buscar a Agenda, e lá marquei, - de acordo com o calendário eleitoral -, o dia e a hora de chegada ao Socialismo, sem a chatice das Revoluções!...


This post first appeared on Cravo De Abril, please read the originial post: here

Share the post

Encomendaram-me Uma Revolução - Por Luís Piçarra

×

Subscribe to Cravo De Abril

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×