Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Visa e MasterCard recusam oferecer serviço ao conservador americano David Horowitz – a mais nova vítima do expurgo anti-conservador do SPLC?

David Horowitz



CBN, 24 de agosto de 2018 



Por Donna Russell 



O Centro de Liberdade David Horowitz é a última vítima do Centro de Leis da Pobreza do Sul (SPLC). 

O SPLC listou o Freedom Center em sua lista de grupos de ódio durante anos, de acordo com Horowitz. Ele diz que o grupo tentou proibir sua organização em plataformas sociais de modo a “silenciar nossa mensagem”. Ele diz que eles finalmente foram bem-sucedidos em outra frente. 

Ontem, o SPLC finalmente convenceu a MasterCard e a Visa a nos boicotar. Agora não podemos processar doações de nenhuma empresa de cartão de crédito”, escreveu Horowitz em um e-mail relatado por Paul Bois, do Dailywire


Atualmente existem 954 grupos de ódio operando nos Estados Unidos”, afirma o site do SPLC, “As atividades que definem um grupo de ódio podem incluir atos criminosos, marchas, comícios, discursos, reuniões, panfletagem ou publicação”. 

Todos os grupos de ódio têm crenças ou práticas que atacam ou difamam uma classe inteira de pessoas, tipicamente por suas características imutáveis”, afirma também. 

O SPLC agrupa [em sua lista] grupos como o David Horowitz Freedom Center, o Jihad Watch, o Family Research Council e muitas igrejas e grupos religiosos na mesma categoria de “ódio” de grupos como os KKK, os neonazistas e os skinheads racistas. 

A ação contra Horowitz acontece “logo depois que Robert Spencer, o chefe de redação do Jihad Watch, empregado da Freedom Center, foi expulso da plataforma de financiamento Patreon sob pressão da MasterCard”, segundo o relatório de Bois no The Dailywire. 

Spencer escreveu mais sobre isso em seu site, Jihad Watch. Ele diz que é uma grande preocupação não apenas pelo que aconteceu com ele, mas também porque o SPLC está tendo cada vez mais esse tipo de sucesso. 

É claro, o que quase certamente está acontecendo aqui é que o MasterCard / Patreon estão eliminando contas que foram difamadas pelo grupo de ódio e propagandista esquerdista, o Centro de Leis da Pobreza do Sul (SPLC), apesar do fato de que o SPLC já ter sido desacreditado o SPLC me difama como um 'líder de um grupo de ódio' e 'extremista anti-muçulmano'”, escreve Spencer. 

Ele também diz que isso não vai parar até chegar a liberdade de expressão de todas as pessoas, especialmente conservadoras, que está ameaçada. 

A esquerda está se movendo rapidamente para silenciar as vozes dissidentes no período que antecedeu as eleições de 2018. A liberdade de expressão é a base de uma sociedade livre e está sendo rapidamente sendo destruída nos Estados Unidos”, afirmou Spencer. “Não só Horowitz, eu, Alex Jones, Dennis Prager e Gavin McInnes estão sendo silenciados – com essa ação de cartão de crédito, eles estão tentando garantir que não possamos ganhar a vida, e sejamos literalmente destruídos, tanto pessoalmente, quanto profissionalmente. E haverá mais vítimas. Essa ação totalitária precisa ser interrompida rapidamente ou destruirá todos os que não são esquerdistas doutrinados”. 

O site de Spencer tinha centenas de comentários em seus artigos sobre a censura. 

Não é só porque a MasterCard ou o Patreon se opõem às suas informações divulgadas. É porque o SPLC supercapitalizado e outras instituições filantrópicas receberam doações maciças de organizações islâmicas, e a aplicação do termo ‘ódio’ é agora uma arma capitalizada. O rótulo de ódio é aplicado seletivamente até mesmo para críticas salientes baseadas em financiamento”, escreveu Charles. 

Por que você não processa o SPLC por difamação? Que direito eles têm de difamar você como um racista ou supremacista branco? Que direito eles têm de definir a palavra ‘ódio’? Todos na lista devem processar esses caras e colocar eles fora dos negócios”, comentou Rob. 

Outra pessoa respondeu a esse comentário, “Rob: essa foi a melhor ideia que eu já ouvi sobre isso até agora. E é tão óbvio! Alguém já ouviu falar de ‘difamação de caráter’? Quem ele está realmente fazendo odiar, afinal de contas? O SPLC, tudo o que o Robert Spencer está fazendo é reportar os crimes de ódio. Estaria o SPLC insinuando que todos os alemães estavam certos em manter o silêncio sobre as atrocidades nazistas. Denunciá-los teria sido um crime de ódio?”. 

Spencer também escreveu em outro artigo do Jihad Watch sobre os outros serem banidos recentemente das plataformas de mídia social e os esforços para fazer o mesmo com ele e outros conservadores. 

Algumas pessoas dizem que não importa que esses homens tenham sido expulsos, porque elas não gostam do que dizem e, além disso, são empresas privadas”, disse ele. “Elas são de fato empresas privadas, mas hoje têm um monopólio virtual sobre os meios de comunicação, e uma vez que elas começam a banir as pessoas porque não gostam do que dizem, elas criaram um precedente que é inimigo da sobrevivência de uma sociedade livre”. 

Artigos recomendados: 
  • Governador democrata da Carolina do Norte assina decreto para forçar empresas a permitirem que homens usem banheiros femininos
  • Será que Cuba é melhor em lidar com direitos humanos do que a Carolina do Norte? A hipocrisia impressionante do PayPal
  • Por pressão da Disney e de outras multinacionais o lobby gay ganha força na Geórgia, EUA
  • Suécia – Mais da metade dos condenados por estupro ou tentativa na Suécia nasceram no exterior

Fonte:http://www1.cbn.com/cbnnews/2018/august/visa-and-mastercard-reportedly-refuse-service-to-david-horowitz-newest-victim-of-splcs-anti-conservative-purge 


This post first appeared on Correio Paulista, please read the originial post: here

Share the post

Visa e MasterCard recusam oferecer serviço ao conservador americano David Horowitz – a mais nova vítima do expurgo anti-conservador do SPLC?

×

Subscribe to Correio Paulista

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×