Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

China e Rússia começam exercícios navais no Mar do Sul a partir desta segunda-feira





Reuters, 11 de setembro de 2016. 



A China e a Rússia vão realizar oito exercícios militares navais no Mar da China Meridional na província de Guangdong, no sul da China a partir desta segunda-feira, disse a Marinha da China. 

Os exercícios vêm em um momento de grande tensão nas águas contestadas depois que um tribunal de arbitragem em Haia decidiu em julho que a China não tem direitos históricos para o Mar do Sul da China e ainda criticou a sua destruição do meio ambiente de lá. 

A China rejeitou a decisão e se recusou a participar do processo. 

O exercício “Joint Mar-2016” contará com navios de superfície, submarinos, aviões, helicópteros carregados por navios e fuzileiros navais, disse a Marinha chinesa em um comunicado no domingo em seu microblog oficial. 

Os dois países vão realizar exercícios de defesa, resgate e operações anti-submarinos, bem como “apreensão de ilha” e outras atividades, acrescentou.

Os marines vão participar de exercícios de tiro real, defesa de ilha e operações de desembarque no que será a maior operação já feita em conjunto pelas marinhas dos dois países, disse o comunicado. 

A China anunciou que tinha convocado o exercício naval “de rotina” em julho, dizendo que os exercícios são destinados a reforçar a cooperação não destinada a qualquer outro país. 

A China e a Rússia são membros com poder de veto no Conselho de Segurança da ONU, e têm pontos de vista semelhantes sobre muitas questões importantes, como a crise na Síria, que muitas vezes os coloca em conflito com os Estados Unidos e a Europa Ocidental. 

No ano passado, eles realizaram exercícios militares conjuntos no Mar do Japão e do Mediterrâneo. 

A China reivindica a maior parte do Mar da China Meridional, através da qual passam mais de US $ 5 trilhões em comércios anualmente. Brunei, Malásia, Filipinas, Taiwan e Vietnã têm reivindicações rivais. 

A China tem repetidamente culpado os Estados Unidos por atiçar a tensão na região por meio de patrulhas militares, e de tomar partido na disputa.

Os Estados Unidos têm procurado fazer valer o seu direito de liberdade de navegação no Mar da China Meridional com as suas patrulhas e nega tomar partido nas disputas territoriais. 

A Rússia tem sido um forte apoio da posição da China sobre o caso de arbitragem, que foi trazido pelas Filipinas. 

Artigos recomendados:

  • O que está por trás da recusa da China sobre extração forçada de órgãos?
  • ‘Guerra de Propaganda’ da China é desmascarada em Haia

Fonte:http://www.reuters.com/article/us-southchinasea-china-russia-idUSKCN11H051?utm_campaign=trueAnthem:+Trending+Content&utm_content=57d5021e04d3016fb4b52f44&utm_medium=trueAnthem&utm_source=facebook


This post first appeared on Correio Paulista, please read the originial post: here

Share the post

China e Rússia começam exercícios navais no Mar do Sul a partir desta segunda-feira

×

Subscribe to Correio Paulista

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×