Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Realeza, Dietas e Ameaça ao Sistema Nacional de Saúde


A minha sobrinha, e informante da conversa trivial da nação portuguesa, contou-me que a TVI no Domingo passado, no seu noticiário das oito horas, sugeriu qual o tipo de mulher modelo: rainha Letizia de Espanha e a duquesa Kate de Cambridge. Qual é o problema com esta indicação? Retomaremos mais adiante.

Pelos parâmetros de referência internacionais, Portugal é considerado um país desenvolvido, contudo, por sermos um país de baixa produtividade encontramo-nos há anos luz desfasados doutros países desenvolvidos como: Alemanha, Estados Unidos da América, Canadá, Inglaterra, Itália, Japão, França e Espanha - certamente não por preguiça, mas devido à incidência de doenças per capita, a nossa é mais alta que nos países atrás referidos.

Em Portugal, quase todos cidadãos sofrem de uma maleita qualquer: diabetes, depressão, neurastenia, abuso físico e mental, hiper-actividade, obesidade, obstipação crónica, enfim  apenas para mencionar aquelas que afectam seriamente a produtividade laboral, fora as aflições sazonais como alergias, gripes, melancolias, enxaquecas e a dita SAD ( seasonal affective disorder) - inadaptação ao Outono e Inverno. Ora, a maioria dos portugueses está familiarizada com a expressão “vale mais prevenir que remediar; better be safe than sorry; mieux vaut prévenir que guérir; ou ainda prevenire è meglio che curare; etc...” então como se explica que a saúde pública esteja em risco de perigar o desenvolvimento sócio-económico de Portugal, num país munido de médicos de cuidados primários e de nutricionistas?

As pessoas são basicamente energia e esta restabelece-se e aprimora-se com a ingestão regrada de alimentos, logo, gordura não é formosura porque só contribui para ajudar a arrombar com os cofres do Serviço Nacional de Saúde, mas a extrema magreza não é também recomendável, por isso esses corpos acriançados de Letizia Rainha de Espanha e da Kate Duquesa de Cambridge não são exemplo de elegância para as mulheres que estão na faixa etária das duas celebridades reais; são antes um convite à bulimia e à anorexia. Além do mais, é impossível que a sua dieta seja composta por peixe, carne branca, fruta e vegetais, pois as duas queridas são macilentas por falta de substância, e a ausência desta indica que a sua dieta seja: uma folha de alface, uma ervilha, uma gema cozida, uma toranja, um Mars frito e consumo de vitaminas enfrascadas.

  • Quando olho para a rainha Letizia, vejo um espantalho com cabelo amarelo baço, corpo quase rectilineo - i.e. a parte dianteira e quase réplica da parte posterior; os joelhos são feios, os bracitos parecem duma esfomeada das estepes africanas; os ombros embora abertos revelam desconforto; o pescoço e a cara são bastante enrugados para a sua idade; a face tem os movimentos presos sem nenhuma expressão e o seu cérebro reconditamente grita: dêem-me uma perna de borrego assada, acompanhada com batata corada, grelos salteados, cenouras caramelizadas e duas fatias de toucinho do céu.
  • A duquesa de Cambridge é mais enrugada que a minha filha (que tem mais cinco anos que ela), tem uma postura horrorosa (pois os ombros são encurvados); aquele cabelo não é brilhante nem aqui nem na cochinchina. A duquesa tem sempre um ar exausto e a falta de potatoes and sugar levaram o príncipe William a ir divertir-se para a Suiça.

Meus caros leitores, estas duas mulheres não são o pináculo da elegância; pela tola obsessão em permanecer menina e moça para todo o sempre, este mulherio, em abono da verdade dá-me uma canseira por ser contra-natura. E já agora, a tão propalada beleza de pobre Letizia é uma fraude, pois a sua cara foi toda redesenhada e ainda por cima parece ser irmã gémea da realeza Raina da Jordania.

Embora Letizia e Kate estejam em directa competição com as meninas esfomeadas que passam modelos, já é tempo de abandonarem a fase anal, e entender que já foram meninas, depois moças, neste momento são mulheres e que se Deus quiser um dia serão senhoras; mas se insistirem na senda ridícula de se quererem mascarar: uma de quinceañeira e a outra de sweet sixteen, um destes dias, as suas filhas parecerão suas mães.

Minhas caras leitoras, o funcionamento do nosso corpo fez com que se convencionasse que o salário no feminino fosse mais baixo que do homem, já que as mulheres padecem de alguns achaques e, para o empregador, o pior de todos os pesadelos é o síndrome pré-menstrual e o dia de baixa que muitas mulheres tiram no primeiro/último dia da menstruação. Portanto, minhas senhoras por favor esqueçam a dieta da toranja, esta torná-las-a mal-humoradas, previsíveis e consequentemente pouco produtivas.

Até para a semana

(Imagem [Ed] - Caras, através do Google Images)

[As opiniões expressadas nesta publicação são somente aquelas do(s) autor(es) e não reflectem necessariamente o ponto de vista do Dissecting Society (Grupo ao qual o Etnias pertence)]


This post first appeared on Etnias - O Bisturí Da Sociedade, please read the originial post: here

Share the post

Realeza, Dietas e Ameaça ao Sistema Nacional de Saúde

×

Subscribe to Etnias - O Bisturí Da Sociedade

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×