Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África

Eu sempre fui uma pessoa apaixonada por conhecer lugares novos e completamente diferentes, e principalmente que não são foco para a maioria dos turistas, e foi assim que descobri São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África.

São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África já é na verdade um dos destinos favoritos dos portugueses, por ser um lugar bem perto e com voo direto de Lisboa, super bonito e ainda, que acaba sendo super barato para os nossos colonizadores! Porém, foi praticamente só portugueses que vi lá. Brasileiro mesmo encontrei apenas 3! 

São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África

Algumas informações: 

E onde fica? São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África é um país localizado à África Equatorial, sendo constituído por duas ilhas principais, cujos nomes perfazem também o nome do Estado, a Ilha de São Tomé, com 859 km² de território, e a Ilha do Príncipe, tendo 142² km de área. Além destas duas ilhas principais, vários outros ilhéus menores compõem o território, num total de 1001² km de extensão, fazendo de São Tomé e Príncipe o segundo menor país africano em território. A capital do estado é a já mencionada cidade de São Tomé, que conta atualmente com cerca de 60 mil habitantes.

E qual o idioma que eles falam lá? Para a gente ficou fácil fácil, pois a língua oficial é o português, sendo que dialetos crioulos como forro, angolar e principense são largamente utilizados pela população.

Visto, precisamos? Felizmente os brasileiros, por falarem o mesmo idioma, não precisam de visto para entrar no país. Basta você chegar lá, e passar pela imigração numa boa para curtir aquele paraíso.

Moeda: Dobra. (R$2 = D12.200,00). Porém, minha super dica, se conseguir já levar dobras, melhor, mas senão leve euros, e e troque no primeiro lugar que conseguir, seja em hotel, no aeroporto, pois essa foi a minha maior dificuldade.

Como se locomover: de uma ilha para a outra é preciso pegar um voo. O que eu recomendo é o da STPAirways, pois é a companhia aérea de lá que tem voos diretos de uma ilha para a outra, e o voo é super, mas super rapidinho mesmo.

Agora vamos passar a conhecer um pouco mais sobre cada uma das ilhas.

São Tomé

A maior cidade (ou ilha) de São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África, cujo o lema de lá é Leve-Leve, e o motivo é bem fácil de descobrir, pois eles vivem intensamente, curtindo cada segundo da vida, e não se preocupando com muita coisa. Então se você é um pouco acelerado, chegou a hora de desacelerar!

Passei apenas 3 dias em São Tomé, sendo que um deles foi só para dormir, pois ia para Principe na manhã seguinte. A ilha de São Tomé tem traços completamente coloniais em tudo, praias lindas e sossego, bastante sossego! Aqui você não vê trânsito, não ve gente estressada, não ve inclusive caixas eletrônicos pela cidade, mas você acaba conhecendo um lugar fantástico que ainda vive de uma história antiga e bonita.

Onde passear:  o centro é uma cidade pequena onde se faz tudo a pé. Não deixe de entrar em mercados municipais, onde você pode provar os produtos locais. A cidade é segura (e bota segura nisso!), e super, super tranquila. Então passear pela zona costeira é uma delícia, pois é rodeada de palmeiras e brisas. Não deixe de visitar o Forte São Sebastião, um edifício do século XVI que hoje conta com um espólio museológico que sussurra um pedaço importante da História do país. Depois, pode visitar a Igreja de Santa Sé, o Palácio Presidencial e o edifício do Tribunal, a Praça da Independência e a Casa da Cultura.

Além do centro, outro lugar que deve-se conhecer em São Tomé são as roças de cacau e café, desvelando pelas praias paradisíacas da região.

São Tomé não tem muitas opções noturnas, mas o Hotel Pestana oferece uma opção de bar-discoteca: o Beach Club, com sofás e mesas com vista para o mar e as tradicionais bebidas de clube noturno. Ao lado, fica o Casino, também ligado ao hotel. Mas, se você estiver afim de conhecer mesmo a ilha, vá ao Africana, onde poderá dançar a tarraxinha, dança típica de lá.

Além disso, dois passeios que fiz e que amei foram mergulhar e ir passear em Santana. O mergulho eu fiz bem pertinho do hotel, com o João (+239 993 4199), onde ele me levou mergulhar com navios naufragados, muito muito bonito mesmo! E em Santana, existe tanto um hotel quanto um clube lá, e foi nesse clube que fiquei o dia inteiro, e vale super a pena, pois é lindo demais!

Onde se hospedar:

Fiquei hospedada no Omali Lodge, onde não tive problema nenhum, os quartos são grandes, o serviço é excelente, o preço é bom, e ainda tem serviço de transfer para o aeroporto.

Porém, se quiser ficar em uma praia mais isolada, recomendo ficar em Santana, no Club Santana Resort.

Ainda existe o Pestana, porém não recomendo lá pois conheci algumas pessoas que não falaram muito bem do serviço de lá.

Princípe

Prepare-se para conhecer o paraíso. A Ilha de Príncipe é bem, mas bem pequena mesmo, e praticamente não se tem muita coisa a fazer, a não ser curtir a natureza que o lugar te oferece, e vou te contar que os dias passam voando, pois a beleza do lugar é tanta, que vocês fica deslumbrado com todos os lugares que seus olhos enxergam.

É de tanta beleza a natureza e a vida animal da ilha, que ela é considerada parte da Reserva da Biosfera da Unesco. São algumas épocas que são fenomenais para se ir a Principe: a época das baleias (no ano passado a quantidade de baleias que ficaram paradas ou passaram pela ilha de Príncipe foi surreal!), a desova das tartarugas marinhas (foi bem a época que fui – que coisa mais linda!); e o nascimento das pequenas criaturinhas!

A minha estadia em Príncipe foi realmente curtir o paraíso, pois fiz passeios de barco pela ilha, caminhadas, passear pelas roças da Ilha, onde você aprende super sobre a história do local, desfrutar da gastronomia de lá e principalmente curtir cada azul daquele mar lindo lindo.

Fiquei no BomBom e super recomendo. Os preços não são os mais convidativos mas tenho a certeza que ameniza culpa do gasto, com o primeiro mergulho naquelas águas e com o segundo olhar prolongado sobre a paisagem impenetrável de floresta verde fluorescente. Vale ressalta que a a ilha de Príncipe funciona a gerador e a partir da meia-noite é a escuridão total, com excepção do resort do Bombom, e que mesmo assim é super escuro. 

Quais roças conhecer: Roça Sundy e Roça Belmonte. As duas são bem bonitas, e em ambas dá para ficar hospedada, mas eu particularmente prefiro me hospedar em uma praia!

Quais praias ir visitar: Bom Bom, que tem águas cristalinas, Praia da Banana, Praia Évora, Praia do Boi, Praia Periquito e Praia das Formigas.

A desova das tartarugas: foi uma das experiências mais incríveis que já fiz na minha vida. O passeio começa ao anoitecer, onde você vai até uma praia para tentar ver alguma (ou algumas) tartarugas marinhas que estão prontas para colocar seus ovos. Vai depender muito de sorte para você ver uma grande, uma gigante ou uma média, e principalmente mais sorte e paciência se quiser ver o procedimento inteiro (pois pode demorar quase 2 horas). Tive sorte e vi três tartarugas marinhas fazendo a desova. Elas eram as marrons, em um tamanho grande, mas por questão de segurança para elas, e para não atrapalhar o procedimento de desova, não pode usar nenhum tipo de luz. Porém, mesmo não tendo nenhuma foto, a experiência ficou marcada no meu coração e memória.

Onde se hospedar: Sem sombra de dúvidas o Bom Bom. Em minha opinião não há outro lugar pelo preço melhor a se ficar na ilha. Te garanto que não irá se arrepender em nenhum momento. Além de ser maravilhoso, você pode escolher meia pensão ou pensão inteira, onde vai desfrutar de uma gastronomia muito deliciosa, e conta com serviços de turismo, SPA, academia, etc. Clique aqui.

O post São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África apareceu primeiro em Limão com Alecrim.



This post first appeared on Limão Com Alecrim, please read the originial post: here

Share the post

São Tomé e Príncipe: Um paraíso ainda desconhecido na África

×

Subscribe to Limão Com Alecrim

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×