Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Dieta Do Ovo Funciona? Vantagens, Desvantagens, Regras E Quem Deve Fazer

Egg fasting, egg fast, jejum de ovo, jejum com Ovos, jejum de gordura, Dieta do ovo, desafio do ovo…

Os nomes são inúmeros. Mas a ideia é uma só: restringir a alimentação a ovos e queijos por algum tempo, com o objetivo de emagrecer mais rápido.

Porém, sempre recebemos perguntas a respeito do desafio do ovo.

Basicamente, as Pessoas querem saber o seguinte:

  • se o desafio do ovo é saudável,
  • para que serve o egg fasting,
  • quem pode fazer o jejum do ovo,
  • as vantagens e desvantagens dessa prática, e
  • nossa opinião sincera sobre esse desafio.

Interessou? Então leia o texto até o final porque vamos responder todas essas perguntas.

E deixe seu email na caixa abaixo para receber um aviso quando publicarmos mais conteúdo de qualidade quentinho para você.

Agora que você já deixou o email (você deixou, certo?) vamos começar explicando o que é o Egg Fasting.

Dieta Do Ovo: O Que É O Desafio Do Ovo

O jejum de ovo consiste em uma intervenção para pessoas que desejam sair de um platô de perda de peso, ou acelerar o seu emagrecimento.

Sendo que quem criou essa ideia toda foi o Jimmy Moore.

Ele é autor de alguns livros, como Keto Clarity — sobre dieta cetogênica —  e também do blog Livin’ La Vida Low-Carb.

E ele teve a ideia do egg fasting para a seguinte situação:

  • pessoas com muita resistência à insulina,
  • que já estão seguindo a dieta low-carb, mas que
  • não conseguem mais perder peso.

Jimmy então criou 10 regras que ele mesmo seguiria nesse “desafio do ovo”.

Sendo que agora nós vamos falar para você quais são as 10 regras do Egg Fasting (extraídas do post original do Jimmy Moore — em inglês).

Depois de falar as regras, vamos fazer comentários e alertas importantes sobre esse desafio.

E, por fim, vamos dizer se o desafio do ovo é saudável, e se você deveria fazer ou não.

Como fazer a dieta do ovo: As 10 regras do egg fasting

A regra #1 diz que os ovos devem ser a sua fonte primária de proteínas e de gorduras (afinal, como o próprio nome já diz, é o jejum do ovo).

A regra #2 diz que, para cada ovo que você consumir, você deve adicionar uma colher de sopa de manteiga ou de alguma outra forma de gordura.

(Isto quer dizer que essa gordura pode ser óleo de coco ou azeite, por exemplo.)

A regra #3 diz que você deve ingerir ao menos um ovo até 30 minutos depois de acordar.

Então você acorda e, no máximo 30 minutos depois disso, tem que comer o seu primeiro ovo do dia.

A regra #4 diz que você tem que fazer as refeições de ovo a cada três horas.

Se não for possível comer a cada três horas, deve espaçar as refeições, no máximo, em cinco horas uma da outra.

Isso já nos leva à regra #5, que é a seguinte.

Se depois de (no máximo) cinco horas, você não estiver com fome, não importa.

Porque você deve, obrigatoriamente, comer pelo menos um ovo.

Já a regra #6 afirma que queijo é permitido também.

Nesse caso, você pode colocar até uma onça (cerca de 28 gramas) de queijo por cada ovo consumido.

A regra #7 diz que você deve consumir, pelo menos, seis ovos ao dia.

A regra #8 diz que esses ovos têm de ser idealmente orgânicos, de galinhas criadas soltas. Porque esses ovos são mais ricos em ômega 3 e vitamina D.

E a regra #9 diz que você deve parar de comer ovos pelo menos três horas antes de ir dormir.

Sendo que a última regra, a regra #10, diz respeito ao consumo de refrigerantes diet.

O Jimmy Moore diz que você pode tomar até três latas de refrigerante diet por dia — mas que o objetivo é tomar uma latinha ou menos por dia.

Dieta Do Ovo É Saudável?

A proposta da dieta é que você coma, basicamente:

  • ovos,
  • queijos, e
  • gorduras boas (como manteiga, azeite e óleo de coco).

E não há nada de inerentemente errado com esses alimentos.

Pois esses são alimentos saudáveis, e alinhados à dieta low-carb.

Sendo que essa é uma estratégia de curta duração — que dura cerca de três dias a uma semana.

Desse modo, não daria nem tempo de desenvolver qualquer tipo de deficiência de nutrientes durante o desafio.

E aqui vale lembrar que dizemos que “não há nada de errado” com esses alimentos se você lida bem com eles.

Por exemplo, pessoas que têm alergia à proteína do leite de vaca não vão lidar bem com um consumo excessivo de queijo na dieta.

E mesmo algumas pessoas com condições autoimunes podem não lidar bem com ovos.

Então, por um lado, a base do desafio do ovo é de alimentos saudáveis.

Por outro, algumas regras nos deixam com um pé atrás.

Afinal de contas, esse desafio limita uma infinidade de alimentos saudáveis (como frutas e vegetais pobres em amido).

Então por que permite até três latas de refrigerante diet por dia?

(Isso dá mais de 1 litro de refrigerante.)

Ao nosso ver, se o objetivo é sair de um platô de peso, não faz muito sentido consumir um monte de adoçantes e substâncias que você sabe que fazem mal para você.

E esta regra, na nossa opinião, é completamente dispensável.

Resumindo: Ovos, queijos e gorduras são alimentos saudáveis. Mas proibir brócolis e liberar refrigerante é uma regra estranha e, ao nosso ver, dispensável.

Porém, será que o jejum de ovo apresenta alguma vantagem para seus praticantes?

Nós acreditamos que sim, e vamos ver as 5 vantagens da dieta do ovo agora.

Dieta Do Ovo: 5 Vantagens Do Egg Fasting

Existem 5 vantagens da dieta do ovo que devem ser levadas em conta por quem pensa em praticar essa dieta.

A primeira vantagem é que ovos e queijos são fontes de proteínas completas.

Isso é algo muito importante para a saúde do ser humano — e é inclusive o motivo pelo qual alguns vegetarianos optam por incluir queijos e ovos em sua alimentação.

A segunda vantagem é que você não vai ter nenhuma deficiência de nutrientes se comer só esses alimentos por alguns dias.

(O que é justamente a proposta do desafio do ovo.)

Especialmente, você não vai ter nenhuma deficiência nutricional grave que seja incorrigível ou irreversível comendo isso por três dias.

A terceira vantagem é que a dieta do ovo é baixa em carboidratos. E essa é uma estratégia comprovada para emagrecer.

A quarta vantagem é que o consumo elevado de gorduras e proteínas tende a dar uma maior saciedade.

(O que está “incluso” na questão de ela ser baixa em carboidratos.)

E a quinta vantagem é que ovo com queijo parece ser bem gostoso.

Resumindo: se você lida bem com ovos e queijos, a dieta do ovo não vai fazer mal a sua saúde.

Por outro lado, existem algumas desvantagens no desafio do ovo.

E vamos ver agora quais são elas.

Dieta Do Ovo: 3 Desvantagens Do Jejum De Ovo

A primeira desvantagem é que a dieta do ovo é bem restritiva.

Pois nela você pode comer basicamente:

  • ovos,
  • queijos,
  • um pouco de gorduras saudáveis, e
  • refrigerante.

Uma restrição tão grande tem todos os elementos de algo que não pode ser seguido a longo prazo — até por ser demasiado enjoativa.

A segunda desvantagem é que a dieta do ovo não tem nenhuma comprovação científica.

Ou seja: jamais foi feito nenhum tipo de estudo que comprovasse a eficácia dessa dieta.

Muito menos que avaliasse se ela é saudável no longo prazo.

E a terceira desvantagem é que esse tipo de alimentação provavelmente não leva a uma relação saudável com a comida.

Especialmente se você fizer esse desafio do ovo várias vezes.

Repetindo esse ciclo de 3 a 7 dias de desafio como forma de compensar eventuais excessos alimentares que aconteçam.

Resumindo: a dieta do ovo é uma alimentação restritiva e “emergencial”, que não parece levar a um estilo de vida saudável.

Sendo que o estilo de vida saudável é o nosso maior foco aqui no Senhor Tanquinho.

Mas então — dado tudo isso — quem faria essa dieta?

Dieta Do Ovo: Por Que Alguém Faria Essa Dieta?

A proposta da dieta do ovo é tirar as pessoas de um platô de emagrecimento — um platô de perda de peso.

Sendo assim, as pessoas que fariam essa dieta são justamente as que se encaixam em um dos dois grupos a seguir.

Ou pessoas que estão buscando sair do platô de peso, e voltar a emagrecer depois de ter estacionado o emagrecimento.

Ou pessoas que estão procurando uma perda de peso rápida, com uma solução agressiva para o seu problema.

Até porque a maioria das pessoas procura a “pílula mágica” para emagrecer.

E tem seu foco no curto prazo.

Em vez de ter paciência e buscar algo comprovado cientificamente, com foco no longo prazo.

A verdade é que ter consistência e paciência é chato, e dá trabalho.

É bem mais fácil e conveniente você comer um monte de porcaria e depois, de vez em quando, falar: “Ah, vou fazer a dieta do ovo”.

Sendo que esse é o cenário que vemos mais frequentemente entre quem está pensando em começar o desafio do ovo.

Isto é: pessoas que não têm buscado otimizar a alimentação do dia a dia, mas sim que buscam uma solução “emergencial” para sua alimentação, saúde e boa forma.

Resumindo: Geralmente, quem busca a dieta do ovo para emagrecer sabe que ela é uma intervenção de curto prazo. Essas pessoas provavelmente estão buscando uma solução rápida para seus problemas com peso.

Tendo dito tudo isso, vamos dar agora a nossa opinião sincera sobre a dieta do ovo.

Dieta Do Ovo: Nossa Opinião Sincera Sobre O Desafio Do Ovo

Na nossa opinião, a dieta do ovo é um lixo.”

A bem da verdade, essa não é a pior ideia que nós já vimos.

Até porque, em mais de quatro anos de site, nós já fomos interpelados com muitos e-mails assustadores com as ideias das pessoas.

No entanto, ao nosso ver, não existe nenhum bom motivo para você fazer o desafio do ovo.

Até porque, se você chegou a um platô de peso, qual das duas você acredita ser a melhor ideia?

  1. Seguir uma dieta low-carb bem formulada (com bastantes vegetais, bastantes alimentos saudáveis, pouco processados), ou
  2. comer só ovo com manteiga e queijo por alguns dias.

Você realmente acha que a alternativa 2 é algum tipo de solução mágica?

Se sim, talvez seja a hora de você parar e colocar a mão na consciência e pensar o seguinte.

“Será que eu não estou buscando só um protocolo mágico para resolver os meus problemas?”.

E, além disso: “Mesmo se eu estiver buscando esse protocolo mágico… eu realmente acredito que comer mais queijo e manteiga é a solução mágica para a perda de peso?”.

Ainda mais com esse acréscimo de queijo e gorduras vindo à custa da exclusão de vegetais.

Você acha que não estava perdendo peso por causa dos vegetais?

Nas nossas pesquisas, lemos alguns blogs relatando experiências sobre dieta do ovo.

E um dos comentários que encontramos tinha o seguinte teor.

“Ficar 3 a 7 dias sem comer vegetais não vai ter problemas.”

E de fato: não tem problema.

Conforme falamos, você não vai ficar carente em nutrientes por ficar 3 ou 4 dias sem comer vegetais.

(Especialmente se a sua dieta antes era bem feita.)

No entanto: para que fazer isso?

Você realmente acha que era o brócolis ou a couve que estavam te impedindo de emagrecer?

E que, portanto, substituir brócolis, couve, rúcula, agrião e outros vegetais por queijo, gordura e refrigerante diet é o melhor plano de ação possível?

Dieta do ovo contém alimentos altamente calóricos

Nesse cenário, você está retirando alimentos com poucas calorias, muitos nutrientes, e alta saciedade — como as hortaliças mencionadas acima.

E, no lugar desses alimentos, vai inserir queijo e gordura.

Que são alimentos altamente calóricos, e que ainda podem despertar compulsão em algumas pessoas.

Sendo que mencionamos a questão das calorias por um simples motivo.

O de que as calorias ainda importam — mesmo em um contexto de dieta low-carb.

Lendo essa frase, algumas pessoas podem se sentir tentadas a dizer que as calorias não são tão importantes assim… porque acreditam que “a insulina é que é um hormônio muito ligado ao ganho de peso”.

E não discordamos desse raciocínio.

Porém essas mesmas pessoas devem ficar atentas ao seguinte fato.

Queijos e laticínios têm efeito sobre a insulina

Já está bem documentado que, mesmo que laticínios tenham pouco efeito sobre a glicemia sanguínea, eles ainda assim elevam a insulina no sangue.

E não estamos dizendo que este seria um motivo válido para retirar os queijos de toda e qualquer dieta low-carb ou cetogênica.

Mas sim que esse fato invalida o raciocínio de “retirar os vegetais porque eles elevam a insulina”.

Nesse caso, parece ainda menos inteligente retirar esses alimentos para inserir queijos no lugar.

Pois, como dissemos, queijo também eleva a insulina.

Sem contar os adoçantes artificiais presentes em refrigerantes diet — que aparentemente também podem elevar os níveis desse hormônio no sangue.

Resumindo: Se você tem medo de comer vegetais pobres em amido devido à elevação da insulina, é bom ter medo de queijo e adoçantes artificiais também.

Dieta do ovo: mais regras sem sentido

Além disso, a dieta do ovo ainda traz algumas outras regras que não fazem muito sentido.

Por exemplo, a regra que dita que você seria obrigado a fazer a sua primeira refeição, com pelo menos um ovo, em até 30 minutos após acordar.

Isso porque muita gente não tem fome ao acordar, e pode contar com os benefícios do jejum intermitente para ajudar a emagrecer.

Sendo que aliar um protocolo de jejum intermitente a uma dieta low-carb bem feita é uma ótima maneira, por si só, de sair do platô de perda de peso.

E que a regra de comer em intervalos regulares de horas, mesmo sem fome, é igualmente sem sentido.

Pois ela nega uma das principais vantagens de se comer uma dieta rica em ovos, queijos e alimentos baixos em carboidratos: a maior sensação de saciedade.

(O que pode causar uma diminuição do consumo calórico total sem passar fome.)

Porém, quando você come “forçado” a cada 3, 4, ou 5 horas, você não está mais respeitando os sensores naturais do seu corpo.

E sim ignorando a sabedoria natural do seu organismo, optando por se tornar escravo do relógio e seguir uma regra arbitrária de alimentação.

Resumindo: nós não acreditamos que você deve ser obrigado a ingerir calorias em horários predeterminados sem fome. Isso vai no sentido contrário ao emagrecimento.

Dieta Do Ovo: Conclusão E Palavras Finais

É claro que o jejum de ovo pode trazer alguns resultados para algumas pessoas.

Principalmente para quem estava com uma alimentação muito ruim antes de começar esse desafio.

E que muda de uma dieta ocidental padrão para uma low-carb cetogênica a partir do momento que começa a fazer o Egg Fasting.

Ou mesmo para quem estava exagerando nas receitinhas e comendo pão low-carb com queijo, xilitol, e oleaginosas todo santo dia.

Em vez de basear sua alimentação em carnes, peixes, ovos e saladas.

A verdade é que a dieta do ovo pode sim trazer resultados para algumas pessoas — porém, qualquer coisa pode.

Já teve gente que emagreceu apenas comendo twinkies (um tipo de bolinho industrializado) — o que não quer dizer que comer twinkies seja uma boa ideia.

E sim que não existe nenhum motivo para preferir a dieta do ovo — com ovos, queijos, gorduras e refrigerante diet — no lugar de uma alimentação rica na base do “bicho e planta”.

Isto é:

  • carnes,
  • peixes,
  • aves,
  • ovos também (mas não só eles),
  • legumes,
  • hortaliças,
  • frutas com pouco açúcar,

e muito mais — enfim, comida de verdade.

Apenas queremos ressaltar que existem muitos alimentos que você pode incluir na sua alimentação para continuar emagrecendo — sem sofrer e sem ficar restrito.

Alimentos diversos e saborosos, que te permitem realmente transformar a dieta em um estilo de vida.

Em vez de ser apenas mais uma intervenção “maluca” para perder peso.

E dá para agrupar esses alimentos de maneira inteligente.

Pois formulamos um cardápio com exemplos de 147 dias variados de alimentação saudável — clique aqui para saber mais.

Saiba que você pode ir muito além do ovo e do queijo para emagrecer e se manter em forma pelo resto da sua vida.

Nossos votos são de que você encontre um estilo de vida que consiga manter para sempre, e seja feliz com ele.

Da nossa parte, estaremos aqui para te ajudar no que for preciso.

E também para falar verdades dolorosas quando for necessário.

Forte abraço,
— Guilherme e Roney, do Senhor Tanquinho.

Dieta Do Ovo no YouTube

O texto de hoje foi baseado em um vídeo original que gravamos para falar sobre a dieta do ovo.

E que você pode ver abaixo.

Se quiser receber novos vídeos antes de todo mundo, clique aqui para se inscrever no nosso canal gratuitamente.

E, se leu atentamente até aqui, queremos te dar um presente 🎁.

Clique aqui para baixar nossa lista de compras grátis para emagrecer comendo comida gostosa — muito além do ovo e do queijo.

Referências

Algumas referências pesquisadas para a elaboração deste texto seguem abaixo.

  1. As 10 regras da dieta do ovo, criadas pelo Jimmy Moore: http://livinlavidalowcarb.com/blog/my-severe-hyperinsulinemia-has-dictated-i-go-on-a-high-fat-low-carb-eggfest/7447
  2. Sobre adoçantes artificiais e insulina: os efeitos são desconhecidos — não dá para ser categórico e falar nem que adoçantes artificiais são deletérios, nem que são 100% inócuos. Mas existem motivos para manter um certo grau de desconfiança (além do paradigma evolutivo).
  3. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/2887500
  4. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/18556090
  5. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23633524
  6. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25231865
  7. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21885731
  8. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25231862
  9. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21505330
  10. Laticínios e insulina (uma explicação rápida do Mark Sisson aqui: https://www.marksdailyapple.com/dairy-insulin/ )
  11. Low-carb e diminuição natural do apetite: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17228046
  12. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2892194/

O post Dieta Do Ovo Funciona? Vantagens, Desvantagens, Regras E Quem Deve Fazer apareceu primeiro em Senhor Tanquinho.



This post first appeared on Senhor Tanquinho, please read the originial post: here

Share the post

Dieta Do Ovo Funciona? Vantagens, Desvantagens, Regras E Quem Deve Fazer

×

Subscribe to Senhor Tanquinho

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×