Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

10 Filósofos Medievais – Filosofia Medieval

Olá pessoal hoje o demonstre traz uma lista de 10 Filósofos Medievais, onde mostra a sua biografia, teorias e outras informações. Para ajudar no conhecimentos diversos sobre Filosofia e sociologia.

10 Filósofos Medievais

A filosofia medieval tentava explicar como a fé, com características sem qualquer explicação palpável ou lógica podia ser ligada à razão, que predominava na época como uma forma de explicar os acontecimentos das coisas. Os filósofos do período se viam obrigados a relacionar essas correntes tão distintas, por isso basearam a maior parte dos seus estudos nessa direção.

Santo Agostinho – Filósofo

Foi um dos mais importantes teólogos e filósofos dos primeiros anos do cristianismo cujas obras foram muito influentes no desenvolvimento do cristianismo e filosofia ocidental. Ele era o bispo de Hipona, uma cidade na província romana da África. Escrevendo na era patrística, ele é amplamente considerado como sendo o mais importante dos Padres da Igreja no ocidente. Suas obras-primas são De Civitate Dei (“A Cidade de Deus”) e “Confissões”, ambas ainda muito estudadas atualmente.

Foi um filósofo que foi muito influenciado pelo maniqueísmo e, logo depois, pelo neoplatonismo de Plotino, desenvolveu uma abordagem original à filosofia e teologia, acomodando uma variedade de métodos e perspectivas de uma maneira até então desconhecida.

Santo Agostinho Pensamento – Antropologia cristã

Defender o ser humano como a união perfeita de duas substâncias, o corpo e a alma. Em seu tratado tardio “Sobre os Cuidados com os Mortos”, por exemplo, defendeu o respeito ao corpo dos mortos afirmando que ele era parte da natureza humana. Uma das metáforas preferidas de Agostinho para ilustrar esta unidade é o matrimônio: caro tua, coniunx tua (“Seu corpo é sua esposa”). Ele acreditava que os dois elementos estavam inicialmente em perfeita harmonia, mas, depois da queda da humanidade, passaram a combater entre si de forma dramática.

Santo Agostinho Pensamento – Astrologia

Acreditava que a astrologia era uma ciência exata e genuína; seus praticantes eram considerados como verdadeiros eruditos e chamados mathemathici. A disciplina tinha um importante papel na doutrina maniqueísta e Agostinho se sentiu atraído por este tipo de literatura quando jovem, fascinado principalmente pelos que alegavam poder prever o futuro.

Vídeo sobre Santo Agostinho:

Boécio – Filósofo

Anício Mânlio Severino Boécio nasceu em Roma por volta do ano 480, quando o Império Romano do Ocidente vivia os seus últimos anos e quando na Europa a Antiguidade Clássica já cedia lugar à Idade Média. Era filho de Flávio Mânlio Boécio, pertencente a uma importante e antiga família patrícia dos Anícios, cristianizada há mais de um século, que tinha dado a Roma vários cônsules e o imperador Anício Olíbrio. Na linha paterna contava, pelo menos, dois papas e a linhagem materna incluía alguns imperadores romanos. O pai seria feito cônsul em 487, já depois de Odoacro depor o último imperador romano do ocidente. O pai faleceu pouco depois de ter sido nomeado cônsul, deixando órfão Boécio com apenas sete anos, que em resultado foi educado por Quinto Aurélio Mêmio Símaco (Quintus Aurelius Memmius Symmachus), amigo da família, também ele um patrício e cristão pio.

Foi um filósofo, poeta, estadista e teólogo romano, cujas obras tiveram uma profunda influência na filosofia cristã do Medievo. Inclui-se entre os fundadores da Escolástica.

Boécio teoria – Pesamento

Acreditava que a procura da sabedoria e do amor de Deus é considerada como a verdadeira fonte da felicidade humana. Contudo, toda a sua obra, e um esforço intelectual que ocupou toda a sua vida, foi uma tentativa deliberada de preservar o conhecimento antigo, particularmente a filosofia, então em risco face ao desmoronar do Império Romano e das suas estruturas sociais perante a chegada das hordas de bárbaros incultos que submergiam a sociedade romana.

Vídeo sobre Boécio:

Avicena – Filósofo

Avicena teria nascido por volta de 980 d.C. perto de Bucara (atualmente no Uzbequistão, a capital dos Samânidas, uma dinastia persa na Ásia Central e no Grande Coração). Sua mãe, chamada Setareh, era também de Bucara,[19] enquanto que seu pai, Abdullah, seria um respeitado acadêmico Ismaili[20] de Balkh, uma importante cidade do Império Samânida, no que é hoje a Província de Balkh, no Afeganistão. Seu pai foi, na época do nascimento de seu filho, o zelador das propriedades do samânida Nuh ibn Mansur. Ele educou seu filho cuidadosamente em Bucara e diz-se que não havia mais nada que ele não tivesse aprendido já aos dezoito anos.

Foi um polímata persa que escreveu tratados sobre variado conjunto de assuntos, dos quais aproximadamente 240 chegaram aos nossos dias. Em particular, 150 destes tratados se concentram em filosofia e 40 em medicina. As suas obras mais famosas são o “Livro da Cura”, uma vasta enciclopédia filosófica e científica, e o “Cânone da Medicina

Avicena teoria – Pensamento

Suas demais obras incluem ainda escritos sobre filosofia, astronomia, alquimia, geografia, psicologia, teologia islâmica, lógica, matemática, física, além de poesia. Ele é considerado como o mais famoso e influente polímata da Era de Ouro Islâmica.

Vídeo sobre Avicena:

Santo Anselmo – Filósofo

Entrou para a Ordem de São Bento na Abadia de Bec aos vinte e sete anos e tornou-se abade em 1079. Tornou-se arcebispo de Cantuária durante o reinado de Guilherme II da Inglaterra. Foi exilado por duas vezes, entre 1097 e 1100 e novamente entre 1105 e 1107 por Henrique I por causa da controvérsia das investiduras, o mais importante conflito entre a Igreja Católica e os estados medievais durante a Idade Média. Anselmo foi proclamado Doutor da Igreja numa bula papal de Clemente XI em 1720. Ele é venerado como Santo e comemorado em 21 de abril.

Foi um monge beneditino, filósofo e prelado da Igreja que foi arcebispo de Cantuária entre 1093 e 1109. Chamado de fundador do escolasticismo, Anselmo exerceu enorme influência sobre a teologia ocidental e é famoso principalmente por ter criado o argumento ontológico para a existência de Deus e a visão da satisfação sobre a teoria da expiação.

Santo Anselmo teoria – Expiação

Teologia cristã relacionada com o significado e efeito da morte de Jesus Cristo, ela é tradicionalmente ensinada nos círculos católicos, luteranos, e reformados. Teologicamente e historicamente, a palavra “satisfação” não significa gratificação como em seu uso comum, mas sim “fazer restituição”: consertar algo que foi quebrado, reembolsar o que foi tirado. Está, portanto, relacionada com o conceito legal de equilibrar uma injustiça.

Vídeo sobre Santo Anselmo:

Averróis – Filósofo

Nasceu em Córdoba, em 1126, numa família de juízes proeminentes – seu avô era o célebre juiz supremo da cidade. Em 1169, ele foi apresentado ao califa Abu Yaqub Yusuf, que ficou impressionado com seu conhecimento, tornou-se seu patrono e encomendou muitos dos comentários de Averróis. Posteriormente, ele serviu vários mandatos como juiz em Sevilha e Córdoba. Averróis foi um forte defensor do aristotelismo. Ele tentou restaurar o que enxergava como o ensinamento original de Aristóteles, contra as tendências neoplatônicas de pensadores muçulmanos anteriores, como Al-Farabi e Avicena.

Foi um polímata cuja obra abrange uma gama diversificada de assuntos, incluindo filosofia, teologia, medicina, astronomia, física, jurisprudência, direito islâmico e linguística. Seus trabalhos filosóficos incluem numerosos comentários sobre Aristóteles, motivo pelo qual Averróis ficou conhecido no ocidente como “O Comentador”. Ele também serviu como juiz e médico da corte do califado almóada.

Averróis teoria – Aristotelismo

Ele tentou restaurar o que enxergava como o ensinamento original de Aristóteles, contra as tendências neoplatônicas de pensadores muçulmanos anteriores, como Al-Farabi e Avicena. Ele também defendeu a autonomia da filosofia contra as críticas de teólogos de Ashari como Al-Ghazali. Ele argumentou que a filosofia não era apenas permissível no Islã, mas também obrigatória entre certas elites. Ele também argumentou que, se o texto das escrituras parecesse contradizer as conclusões alcançadas pela razão e pela filosofia, então o texto deveria ser interpretado alegoricamente. Em última análise, seu legado no mundo islâmico era modesto, tanto por razões geográficas quanto intelectuais.

Vídeo sobre Averróis:

Moisés Maimônides – Filósofo

Ele é conhecido por alguns; como A Grande Águia (ha-nesher ha-gadol) em reconhecimento por seu excepcional expoente fidedigno no que diz respeito à Torá oral e leis judaicas em geral. Além de ser reverenciado pelos historiadores judeus, Maimônides é também uma figura muito proeminentemente na história das ciências islâmicas e arábica (Veja: Yudim al-Yaman), sendo mencionado extensivamente em estudos acadêmicos. Influenciado por Al-Farabi, Avicena e seus contemporâneos Averróis, dentre outros proeminentes filósofos e cientistas árabes e muçulmanos. Maimônides tornou-se um proeminente filósofo e polímata tanto na tradição judaica quanto na islâmica

Foi a figura central intelectual pós judaísmo medieval e hoje é à 2ª autoridade no que diz respeito à Lei dada a Moisés no Sinai. sua profícua obra é Yesod Cabalá (pedra fundamental na tradição judaica).

Moisés Maimônides Pensamento

Seus pensamentos foram iguais ao judaísmo.

Vídeo sobre Moisés Maimônides:

Jalal ad-Din Muhammad – Filósofo

Jalaladim Maomé Rumi nasceu na então província persa de Bactro atualmente no Afeganistão. A região estava, nessa época, sob a esfera de influência da região de Coração e era parte do Império Corásmio. Vviveu a maior parte de sua vida sob o Sultanato de Rum, no que é hoje a Turquia, onde produziu a maior parte de seus trabalhos e morreu em 1273 CE. Foi enterrado em Cônia e seu túmulo tornou-se um lugar de peregrinação. Após sua morte, seus seguidores e seu filho Sultan Walad fundaram a Ordem Sufi Mawlawīyah, também conhecida como ordem dos dervishes girantes, famosos por sua dança sufi conhecida como cerimônia sema.

Foi um poeta, jurista e teólogo sufi persa do século XIII. Seu nome significa literalmente “Majestade da Religião”; Jalal significa “majestade” e Din significa “religião”. Rumi é, também, um nome descritivo cujo significado é “o romano”, pois ele viveu grande parte da sua vida na Anatólia, que era parte do Império Bizantino dois séculos antes.

Jalal ad-Din Muhammad Pensamentos

Não se aplicou teorias nem pensamentos.

Vídeo sobre Jalal ad-Din Muhammad:

Santo Tomás de Aquino – Filósofo

Foi o mais importante proponente clássico da teologia natural e o pai do tomismo. Sua influência no pensamento ocidental é considerável e muito da filosofia moderna foi concebida como desenvolvimento ou oposição de suas ideias, particularmente na ética, lei natural, metafísica e teoria política. Ao contrário de muitas correntes da Igreja na época, Tomás abraçou as ideias de Aristóteles – a quem ele se referia como “o Filósofo” – e tentou sintetizar a filosofia aristotélica com os princípios do cristianismo.

Foi um frade católico da Ordem dos Pregadores (dominicano) italiano cujas obras tiveram enorme influência na teologia e na filosofia, as obras mais conhecidas de Tomás são a “Suma Teológica”.

Santo Tomás de Aquino – Teologia natural

É uma parte da filosofia da religião que lida com as tentativas de se provar a existência de Deus e outros atributos divinos puramente filosóficos, isto é, sem recurso a qualquer revelações especiais ou sobrenaturais. (O outro lado deste esforço é por vezes chamado como “Ateísmo natural”, em que filósofos ateus tentam provar que Deus não existe, ou tentam refutar as provas dos filósofos teístas.) A expressão “teologia natural” (theologia naturalis) sobrevive em citações de Varrão, por Agostinho de Hipona, com base na tradição estoica.

Vídeo sobre Santo Tomás de Aquino:

Erasmo de Roterdã – Filósofo

Erasmo cursou o seminário com os monges agostinianos e realizou os votos monásticos aos 25 anos, vivendo como tal, sendo um grande crítico da vida monástica e das características que julgava negativas na Igreja Católica. Frequentou o Collège Montaigu, em Paris, e continuou seus estudos na Universidade de Paris, então o principal centro da escolástica, apesar da influência crescente do Renascimento da cultura clássica, que chegava de Itália. Erasmo optou por uma vida de académico independente, independente de país, independente de laços académicos, de lealdade religiosa e de tudo que pudesse interferir com a sua liberdade intelectual e a sua expressão literária.

Nascido Gerrit Gerritszoon ou Herasmus Gerritszoon (em latim: Desiderius Erasmus Roterodamus), foi um teólogo e humanista neerlandês que viajou por toda a Europa, como Portugal, Espanha, Croácia, Bulgária, Dinamarca e outros.

Erasmo de Roterdã – Pensamento

A popularidade extraordinária dos seus livros fica patente pelo número de edições e traduções que surgiram desde o século XVI, e no interesse permanente que é suscitado pela sua personalidade esquiva mas fascinante. Dez colunas do catálogo da “British Library” estão ocupados com a mera enumeração de suas obras e subsequentes reedições. Grandes nomes da era clássica e dos pais da igreja foram traduzidos, editados ou comentados por Erasmo, incluindo Santo Ambrósio de Milão, Aristóteles, Santo Agostinho, São Basílio de Cesareia, São João Crisóstomo, Cícero, e Jerónimo de Estridão.

Vídeo sobre Erasmo de Roterdã:

FIM

Pessoal chegamos ao fim de mais uma lista de Psicólogos com suas teorias e ensinamentos, e hoje trouxemos 10 Filósofos Medievais. Se você gostou compartilhe nas redes sociais.

O post 10 Filósofos Medievais – Filosofia Medieval apareceu primeiro em Demonstre.



This post first appeared on Demonstre Educação, please read the originial post: here

Share the post

10 Filósofos Medievais – Filosofia Medieval

×

Subscribe to Demonstre Educação

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×