Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Você sabe quais eram os tipos de escravos no Brasil?

Eram vários os tipos de Escravos no Brasil a saber:
Escravos de eito eram aqueles que pegavam no trabalho duro dos canaviais, trabalhavam muito e tinham uma péssima alimentação e recebiam constantemente maus tratos.
Os escravos de ganho Eram Escravos que realizavam tarefas remuneradas entregando ao senhor uma quota diária do pagamento recebido. Foi relativamente comum este tipo de escravo conseguir formar um pecúlio, que empregava na compra de sua liberdade, pagando ao senhor por sua alforria.
Os escravos domésticos realizavam serviços forçados que envolviam limpeza como lavar pratos, varrer a casa, cozinhar as refeições, cuidar de crianças e idosos, satisfazer o desejo sexual dos senhores e senhoras, alimentar cães, limpar latrinas e etc.
Geralmente, os escravos que eram designados aos serviços domésticos eram escravos considerados "razoavelmente bonitos" e que não demonstravam força física. Esses escravos apanhavam menos e eram "tratados com mais dignidade" do que os outros escravos e eram posições desejadas pelos outros escravos.
Escravos de aluguel eram os escravos que, por não conseguirem ser explorados pelos seus senhores, foram empregados em outras fazendas ou minas. Faziam parte de uma boa parte da renda de senhores de escravos que passavam por dificuldades financeiras. Escravos de lida eram os que faziam o trabalho pesado e não tinham direito a descanso, como: obras e carregamento de barris.
Escravos de Ofício eram mais especializados, cuidavam da moagem da cana, do fabrico do açúcar, atividades de carpintaria, construção, olaria, sapataria, barbeiros e etc.






This post first appeared on A História, Seus Fatos Curiosos E Curiosidades Do Mundo Contemporâneo, please read the originial post: here

Share the post

Você sabe quais eram os tipos de escravos no Brasil?

×

Subscribe to A História, Seus Fatos Curiosos E Curiosidades Do Mundo Contemporâneo

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×