Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Filipinas – O segredo mais bem guardado da Ásia

Quando os brasileiros pensam em viajar pela Ásia, qual o primeiro país que vem à cabeça? Eu aposto que muitos pensam em conhecer a Tailândia, com suas lindas praias e templos. Ou então o Camboja, quem nunca sonhou em ver o amanhecer sob os famosos templos de Angkor Wat? (Resposta: você e outros milhares de turistas que madrugam para ver o sol nascer e colocar fotos no facebook e instagram com uma hashtag tipo #yolo).

É justo, esses lugares são lindos e totalmente dignos de visita. Mas hoje eu estou aqui para promover a ‘Cinderela’ da Ásia, um país que muitos veêm com maus olhos, mas que esconde algumas das paisagens mas lindas da região, se não do mundo!


Mapa das Filipinas, com destaque para a capital, Manila

As Filipinas são compostas por mais de 7.600 ilhas, transformando o país em um dos lugares com maior biodiversidade do mundo. A história das Filipinas também é muito interessante, já que eles foram o único país asiático conquistados pelos nossos hermanos espanhóis, que colonizaram a região por mais de trezentos anos.

Aliás, quem não lembra das aulas de história da escola e do Fernão de Magalhães, o português que liderou a primeira viagem de navegação ao redor do mundo? Pois é, ele foi o primeiro europeu a chegar às Filipinas e declará-las território espanhol! Infelizmente poucos meses depois ele foi morto por Lapu-Lapu, um los líderes tribais locais, que até hoje é celebrado no país. Ao contrário do que muitos de nós lembramos, Fernão de Magalhães foi morto antes de completar a volta ao mundo, responsabilidade que acabou ficando com os demais navegadores de sua equipe.

Voltando ao assunto, as Filipinas foram colônias espanholas até 1898, quando a Espanha foi obrigada a ceder o território aos Estados Unidos depois de perder a guerra Hispano-Americana (na mesma ocasião os Estados Unidos ganharam o controle de Porto Rico, Cuba e das ilhas de Guam, também no Pacífico).

Os Estados Unidos controlaram as Filipinas até 1946, mas nesse meio tempo o país sofreu uma dura invasão dos japoneses durante a II Guerra Mundial. Como aconteceu em muitos lugares na Ásia (inclusive Hong Kong), os Japoneses invadiram as Filipinas como uma afronta contra os americanos,logo depois do ataque de Pearl Harbour. Os japoneses invadiram as Filipinas entre 1941 até sua rendição em 1945 e eles destruíram muitas cidades e foram muito cruéis com a população local, matando mais de 1 milhão de pessoas. Foi só com o fim da guerra que as Filipinas finalmente conseguiram independência dos Estados Unidos, em julho de 1946, transformando-se na República das Filipinas.

Toda essa aula de história serve bem pra mostrar a diversidade das Filipinas, que é um país bem diferente dos demais países asiáticos. Posso dizer até que as Filipinas são mais próximas do Brasil e dos nossos irmãos latino-americanos que de outras culturas asiáticas. Por exemplo, a principal religião nas Filipinas é o catolicismo, e como acontece nos países católicos, os Filipinos celebram os dias dos santos com suas tradicionais ‘fiestas’.

Outro exemplo, nomes espanhóis ainda resistem firmes e fortes, estando presentes no sobrenomes das pessoas, nomes de cidades e ruas! Apesar do idioma principal nas Filipinas ser o Tagalog, muitas palavras em espanhol ainda fazem parte do vocabulário local. Além disso, a colonização norte-americana também contribuiu com o aprendizado do inglês nas Filipinas, e a grande maioria dos filipinos falam inglês super bem! Isso realmente facilita a vida dos turistas, hehehe!

Porém, todas essas semelhanças fazem com que as Filipinas fiquem meio que ‘fora do radar’ de muitos turistas que viajam para a Ásia. Afinal, para visitar igrejas e construções de estilo colonial você não precisa viajar tão longe! Não dá para negar que o “fator exótico” pesa bastante na hora de decidir onde visitar e a maioria dos turistas são naturalmente atraídos pela cultura, arquitetura e gastronomia dos países budistas, hindus e muçulmanos.

Soma-se a isso o fato de que as Filipinas ainda são um país muito pobre e com uma imensa desigualdade social. Apesar de não sofrer com uma epidemia de violência, como o Brasil, é muito comum ver bairros muito ricos e seguros, rodeados por favelas até perder de vista. Para piorar a situação, as Filipinas estão localizadas exatamente sob o círculo de fogo do Pacífico, e já sofreu vários terremotos devastadores que infelizmente destruíram muitas construções históricas. Para piorar só um pouco mais, as Filipinas sofrem todos os anos com ciclones tropicais que atingem com força a região, que por estar localizada em águas mais ‘quentes’, próximas à linha do Equador e espalhadas por diversas ilhas, acabam sendo o cenário ideal para desastres naturais.

Bom, ninguém é perfeito, e mesmo com todos esses contratempos as Filipinas são um país que vale MUITO a pena conhecer! Meus próximos posts vão contar um pouco mais sobre as minhas viagens ao país, que já somam 10 no total – a lazer e à trabalho, haha. Vou compartilhar algumas dicas de viagem, além de fotos dos muitos paraísos de agua cristalina e areias brancas que você só encontra por lá!

Fiquem ligados! :)


This post first appeared on Hong Kong - Docking In A New Harbour, please read the originial post: here

Share the post

Filipinas – O segredo mais bem guardado da Ásia

×

Subscribe to Hong Kong - Docking In A New Harbour

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×