Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Gestão de estoque: Saiba tudo sobre o assunto!

Gestão de estoque: Você sabe o que é gestão de estoque? Para que ela serve? Como ela influencia diretamente na relação estabelecida com o consumidor?

Essas e outras informações você confere neste artigo completo que preparamos com tudo o que você precisa saber sobre o que se trata a gestão de estoques. Confira!

A gestão de estoque diz respeito, de forma bastante geral, à gestão de recursos materiais que podem vir a ajudar na geração de receita para a empresa no futuro.

Sendo assim, o profissional responsável por este processo é intitulado de gerente de operações. Cabe a ele orientar e fiscalizar todos os processos que envolvem o gerenciamento do estoque, como falaremos a seguir.

Como exemplo podemos citar um supermercado, uma loja de departamentos, ou até mesmo uma loja de varejo que venda diversos e variados itens, como mantimentos, produtos eletrônicos, alimentos, entre outros.

Todo o estoque dessas mercadorias não está disponível para a venda, mas sim parte dele está guardado em um depósito ou armazém, nome que se dá para o depósito do estoque. Denomina-se inventário a soma desses produtos que estão estocados no armazém.

gestão de estoque

Mas afinal, por que é tão importante fazer a gestão de estoque em minha empresa?

Uma coisa é fato: nenhuma Empresa consegue sobreviver e se manter sem um bom e bem estruturado sistema de gerenciamento de estoques, sobretudo se se tratar de uma empresa atuante no ramo de fabricação ou de montagem, pois essas dependem ainda mais de um estoque bem gerenciado para cumprir suas demandas e não perder nenhum cliente.

Uma coisa é fato: nenhuma empresa consegue sobreviver e se manter sem um bom e bem estruturado sistema de gerenciamento de estoques

É preciso levar em consideração e atender às demandas existentes. Para isso, esteja ciente de que ela não se manterá a mesma durante todo o ano.

Produtos voltados para o verão, como condicionadores de ar, por exemplo, não têm saída durante o inverno.

O mesmo acontece com roupas, cujas demandas são extremamente sazonais.

Por isso, é essencial planejar muito bem o estoque para cumprir com as demandas solicitadas de forma integral e constante. Isso com certeza ajudará a aumentar a receita.

Gerir o estoque de forma cautelosa ajudará a empresa no processo de execução das operações sem grandes problemas, o que por sua vez garantirá a continuidade dos negócios.

Se a empresa fabrica algum produto que dependa de uma matéria-prima exclusiva, por exemplo, é indispensável que ela mantenha um bom estoque dessa matéria-prima, evitando que haja algum contratempo que interfira na continuidade das operações.

A boa administração de um sistema de gerenciamento de estoque permite o corte de custos à empresa, o que é um grande benefício.

Um exemplo é quando se aproxima alguma data festiva onde uma demanda específica aumenta, como a de chocolate na páscoa, por exemplo.

Tendo em vista o que está por vir, a empresa pode adquirir a matéria-prima em grandes quantidade e com antecedência com seus fornecedores, armazenando-as para as datas festivas, e negociando prazos com os fornecedores.

Desta forma, ela estará preparada para atender a demanda quando necessário for, e também conseguirá descontos com os fornecedores por ter comprado em grande quantidade e com antecedência.

Existem alguns princípios de gestão de estoque que podem ajudar a empresa a gerenciar seu estoque de forma simples efetiva. São eles:

  • Possuir uma previsão da demanda: trata-se de uma habilidade bastante especializada, mas bastante eficaz e útil. Cabe à empresa prever quais serão suas futuras demandas, tanto de bens quanto de produtos específicos em determinados períodos do ano. Um inventário deve ser criado e mantido tendo como base essas demandas, tanto as previstas quanto as reais.
  • Monitorar o sistema: quando for escolher o armazém, a empresa deve analisar se ele será capaz de manter o estoque em condições boas, evitando o desperdício do mesmo e futuros prejuízos.

Existem tipos diferentes de estoque, aqui falaremos um pouco mais sobre dois: o estoque de matérias-primas e o estoque de produtos para o varejo.

Gestão de estoque de matérias-primas

Está relacionado à empresas do ramo industrial, sobretudo as que produzem mercadorias que posteriormente serão revendidas no comércio.

Esse tipo de estoque está voltado para o setor da produção, que é o responsável pelo processo de transformar os materiais do estoque em produtos finais prontos para serem comercializados.

Para isso, é indispensável que a empresa sempre possua em seu estoque todos os materiais necessários para a produção, e controlar esse estoque é importante para que esses materiais nunca venham a faltar.

Neste caso, o estoque funciona como uma balança da boa (ou má) saída dos produtos de determinada empresa.


Gestão de estoque de produtos – varejo

Diz respeito á empresas do ramo comercial, aquelas que vendem seus produtos próprios, ou até mesmo produtos de terceiros. Neste estoque está a quantidade de mercadoria que ainda está disponível para ser vendida.

Fazer o seu controle é indispensável para medir a que pé anda o desempenho do comércio em questão.

Quando um produto fica parado por muito tempo no estoque, é porque suas vendas não estão das melhores, ou seja, sua demanda está baixa, assim como seu valor no mercado.

Outra questão é a que diz respeito ao espaço que os produtos em estoque ocupam, que acaba gerando custos adicionais.

Isso explica as queimas de estoque feitas por muitas empresas, o que acontece com o intuito de liberar espaço nos estoques para mercadorias novas.

E para que serve a gestão de estoque?

Para além da organização do espaço físico do armazém, controlar o estoque acaba por otimizar outras tarefas que envolvem toda a estrutura da empresa, trazendo inúmeros benefícios e vantagens.

Fazer essa gestão de estoque é uma estratégia indispensável para o setor de operação de negócios.

Pode se tratar de operações bastante complexas, sobretudo se disserem respeito a diversos pontos de distribuição. Porém, optar por não fazê-lo ou executá-lo de maneira errado pode gerar diversos problemas e prejuízos para a empresa.

Quando não conta com uma eficiente gestão de estoque, sua empresa acaba tendo dificuldades para delinear a falta ou o excesso desse ou daquele produto. Isso impacta de forma direta o setor de vendas, pois acaba fazendo com que seus clientes em potencial acabem procurando em outra empresa os produtos que você não pôde oferecer.

O post Gestão de estoque: Saiba tudo sobre o assunto! apareceu primeiro em Venda de sucatas - Faciles.



This post first appeared on Faciles, please read the originial post: here

Share the post

Gestão de estoque: Saiba tudo sobre o assunto!

×

Subscribe to Faciles

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×