Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Militares avançam com queixa-crime contra Aguiar-Branco

Investigada nomeação da vogal do Instituto de Ação Social das Forças Armadas, defensora da alienação do património do organismo


O ex-ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco, a ex-secretária de Estado Berta Cabral e a vogal do Instituto de Ação Social das Forças Armadas (IASFA), Rita Coelho, vão ser investigados pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa (DIAP). A queixa-crime, que deu entrada na Procuradoria-Geral da República, foi apresentada pela Associação dos Militares na Reserva e Reforma (ASMIR), segundo soube o DN.Os três visados são acusados de violar a lei no processo de nomeação de Rita Coelho em março passado - e a ASMIR apresenta como testemunhas os chefes militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea. O DN tentou ouvir Aguiar--Branco mas não obteve resposta.Em causa nesta queixa-crime está a escolha de uma civil para um cargo que "pode ser" ocupado por um oficial general e sem alegadamente cumprir a lei, frisou uma das fontes ouvidas pelo DN: "Não existiu concurso público" para preenchimento do cargo


dn


This post first appeared on DragTeam, please read the originial post: here

Share the post

Militares avançam com queixa-crime contra Aguiar-Branco

×

Subscribe to Dragteam

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×