Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Se tornando um líder (Parte 2)

Seguindo com a proposta iniciada no post anterior, vamos dar continuação com o tópico nº 02.

Carisma - A primeira impressão pode selar o acordo


Imagem do Google
Apesar de muitos acreditarem que o "carisma" é algo místico, quase indefinivel, é possível achar um conceito no dicionário. E conforme o mesmo, carisma é:
"4.Sociol -  Conjunto de qualidades excepcionais inerentes a um certo tipo de líder." - Dicionário Michaelis

Dito de forma simples, carisma é a habilidade de atrair Pessoas para si. E está característica pode, e deve, ser desenvolvida. Um Líder eficiente tem, entre suas características mais marcantes, o carisma. 

John C. Maxwell acredita que é necessário personificar quatro pontos para ser o tipo de pessoa que atrai outros. são eles:

1 - Amor a Vida:


Você prefere está ao redor de pessoas rabugentas, amargas e deprimidas ou de pessoas positivas, alegres e cheias de vida? A ideia é que você seja a pessoa que gostaria de ter perto de você. As pessoas gostam de líderes que têm prazer na vida. 

2 - Dê um "10" a todas as pessoas:

Sempre esperar pelo melhor das pessoas. Essa atitude ajuda as pessoas a pensarem positivamente sobre elas mesmas. Quanto mais você valoriza os outros mais os encoraja e ajuda-os a alcançar o potencial que eles têm, e eles o amarão por isso.

3 - Dê esperança às pessoas:

Proporcionar a possibilidade de resultados positivos é o maior bem de todos. E ser o porta voz da esperança fará com que as pessoas se sintam atraídas por você. 

4 - Compartilhe a si mesmo:

As pessoas trabalham mais empenhadas quando podem contar com um líder que compartilha seus conhecimentos, suas experiências, suas histórias de conquistas e de superação. Líderes que pensam nos outros antes de pensar em si próprios demonstram carisma. 

Exemplificando:
Imagem do Google
O supervisor de Melinda, o Sr. Agnaldo, lhe disse que erros ocorrem, mas o mais importante é admiti-los e corrigi-los. E lhe contou uma história de quando estava em seus pés. Melinda ficou surpresa com a atitude de seu supervisor em compartilhar com ela sua experiência. 
O Sr. Agnaldo Lhe Disse que, certa vez, entregou um relatório com dezenas de erros, não apenas números, mas também nomes e dados dos clientes. Ele disse que ficou bastante envergonhado por ter cometido tal erro e acreditava que caso contasse ele seria demitido. Mas sua consciência não o deixo omitir o erro e contou tudo para seu supervisor. 
O mesmo disse que isto era um erro de iniciante e que ele já não era mais um iniciante há algum tempo. Porém, depois de alguns segundos de silêncio ele disse:
- Esta falta de atenção poderia lhe causar seu emprego. Porém você teve a coragem de me contar antes que eu pudesse descobrir e isto me prova que você é de confiança. E eu valorizo demais a "confiança". Vá e refaça este relatório e certifique-se de que está correto desta vez. 

Este compartilhamento de experiência deu a Melinda uma nova perspectiva em relação ao seu supervisor, ela passou a enxerga-lo com um líder com quem sabia que podia aprender muitas lições.

Dica: 
Existem cinco bloqueadores de carisma segundo John C. Maxwell, são eles:
  1. O orgulho: Ninguém deseja seguir um líder que pensa que é melhor do que os outros;
  2. A insegurança: Se você não se sente bem com quem você é, outros também não se sentirão;
  3. A instabilidade: Se as pessoas nunca sabem o que esperar de você, desistem de esperar alguma coisa;
  4. O perfeccionismo: as pessoas respeitam o deseja pela excelência, mas temem expectativas totalmente irreais;
  5. O ceticismo: As pessoas não querem se molhar na chuva causada por aqueles que vêem uma nuvem preta em todo lugar.

Meditação:
Análise todos os bloqueadores citados acima e verifique se algum deles fazem parte de seu dia-a-dia e trabalhe duro para fazer ou pensar o oposto.

O que fazer?

Para desenvolver o carisma é necessários alguns exercícios diários, para que eles se tornem parte de quem você é. 

  • Mude o foco: quando conversar com as pessoas, sejam familiares, amigos, funcionários ou conhecidos, concentre-se nelas. Fale pouco a seu respeito. A velha lição de "escutar mais e falar menos";
  • Faça o jogo da primeira impressão: quando conhecer alguém, faça um esforço para lembrar-se de seu nome, seja positivo e concentre-se na pessoa, busque suas qualidade e as reconheça.
  • Compartilhe a si mesmo: Escolha cinco pessoas para fornecer seus conhecimentos ou recursos, ou até mesmo seus ouvidos. Pense em como pode ajudar essas pessoas a crescerem pessoal e profissionalmente e compartilhe com elas suas experiências.




This post first appeared on Trajeto Profissional, please read the originial post: here

Share the post

Se tornando um líder (Parte 2)

×

Subscribe to Trajeto Profissional

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×