Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

[Resenha] Depois de Você - Jojo Moyes

AVISO!!!  

Este Livro é a sequência do livo "Como eu era Antes de Você" (tem resenha dele aqui caso não tenha visto!!), então se você não leu o primeiro (e ainda pretende ler), sugiro que feche agora essa postagem, pois ela contem spoilers do desfecho da primeira parte da história. Aviso dado, continue por sua conta e risco.

To avisando eim, melhor fechar agora...

Tudo bem, o risco é seu!


Quando uma história termina, outra tem que começar.
Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.


Eu estava ansiando pela continuação de "Como eu era antes de você", mesmo depois de chorar horrores com final que teve. Neste livro nos deparamos com uma Lou deprimida, depressiva e auto-destrutiva, o extremo oposto da Louisa que conhecemos antes. A morte de Will deixou inúmeras feridas nele, e ela se sente perdida, sem saber onde se encaixar. Eu sinceramente detestei ve-la nesse estado, mas me solidarizei com sua dor, principalmente porque o primeiro livro me fez enxergar o relacionamento deles de forma única, foi algo inexplicável.
"— Ele curtia você?
—  Me curtia?… Não sei se essa é a palavra certa.  
Minha boca se mexia sem fazer som, pois eu não conseguia encontrar as palavras. Como eu poderia explicar a essa garota o que Will e eu fomos um para o outro, que eu sentia que ninguém no mundo nunca me entendera nem nunca me entenderia como ele? Como é que ela poderia compreender que perdê-lo era como ter um buraco dentro de mim, um lembrete constante e doloroso, uma ausência que eu jamais poderia suprimir? "

Vários personagens são inseridos nessa nova história, e os personagens remanescentes se tornam diferentes depois do furacão Will Traynor. Alguns amadurecem, outros nem tanto, mas ninguém ficou igual depois de sua morte, e a chegada de um personagem nunca esperado muda a vida de Lou bruscamente. Não vou dizer quem é pra não estragar a surpresa, mas posso adiantar que é alguém do passado de Will e que vai impactar a vida de Lou de uma forma que talvez só possa se comparar com a chegada do próprio Will.

Se eu gostei? Sim gostei, mas não tanto quanto amei o primeiro. Talvez seja mágoa ou saudades do Will, talvez seja por não gostar de algumas novas características que encontrei, talvez por ter sofrido em ver a Lou tão cheia de vida do primeiro livro ser quase apagada pelo luto, talvez pela mãe dela que ficou uma chatonilda (opa! haha), ou talvez seja só questão de olhar por outros olhos. A verdade é que me pareceu uma história individual, em alguns momentos parecia que todo o primeiro livro tinha sido apagado, exceto pela citação de Will. Os personagens me pareceram totalmente novos. Realmente Will mudou a todos os que conviveram com ele.


 — Você não me deu uma vida, deu? De jeito nenhum. Só acabou com a minha
 antiga. Desfez em pedacinhos. O que eu faço com o que sobrou? Quando é que vai parecer… — Abro os braços, sentindo na pele o ar fresco da noite, e percebo que estou chorando outra vez. — Vá se f*, Will — murmuro. — Vá se f* por ter me deixado.


Sobre Sam, eu detestei ele no inicio, mas acabou acontecendo uma reviravolta que fez com que eu, e claro, Lou, olharmos pra ele em uma nova perspectiva. Acho que no início minha implicância colaborava, eu admito, ainda estava muito apegada a Will. Não estou dizendo ao fim do livro morri de amores por ele, mas aprendi a simpatizar.

O que surpreende nos livros da Jojo é que ela consegue dar um toque de realidade em tudo, você sente que a tudo aquilo pode estar acontecendo ao seu lado, que é algo real detalhado em um jornal e não um livro de ficção. Deve ser por isso também que muitos criticam os seus finais, por acharem que deviam ser mais felizes, mas ao invés disso, ela nos transporta para fora dos contos de fada e faz com que a história se confunda com a realidade. Essa é uma das características da escrita dela que me cativaram, a realidade que ela consegue transmitir. Ela consegue passar uma mensagem e um aprendizado incrível, assim como no primeiro ela mostrou com sensibilidade o que é ser e conviver com uma pessoa com limitações físicas, neste ela nos ensina a lidar ou conviver com pessoas que estão passando pelo luto, seja ele causado por doenças, suicídio, eutanásia, etc.

Meu conselho? Leia! Não vá pela opinião de outras pessoas que não gostaram ou medo de não gostar, ou seja lá o que estar te impedindo. A história é linda, diferente da primeira em diversos níveis e nos faz refletir em diversos pontos da vida. E claro, não deixe de vir aqui e dividir conosco o que achou. Também estamos no facebook, curta nossa página ali ao lado e mantenha-se informado de tudo o que acontece por aqui :) 

Beijos e até a próxima!!


Depois de Você
Título Original: After You
Autora: Jojo Moyes
ISBN: 9788580578645
Tradutor: Adalgisa Campos da Silva
Ano: 2016 
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Pontuação: ★★★★☆ 
Lido em: Julho de 2016


This post first appeared on Entre Livros E Lentes, please read the originial post: here

Share the post

[Resenha] Depois de Você - Jojo Moyes

×

Subscribe to Entre Livros E Lentes

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×