Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Cultive a incerteza. Por trás dela podem se esconder possibilidades infinitas.




A Incerteza é uma propriedade inerente ao método científico. E apesar de ser um aspecto tão fundamental da ciência, raramente faz parte da nossa existência, naturalmente. Continuamos perseguidores fanáticos das certezas. Não importa se a certeza é boa ou ruim, queremos é ter certeza - e certeza absoluta! Quando somos sacudidos pelas mudanças, parte-se logo para o “onde foi que eu errei?”. Tentamos encontrar explicações, reastreamos as causas, fazemos previsões para garantir que na próxima vez “a certeza esteja certa”. Embora a incerteza seja o habitat natural da vida humana, a esperança de escapar dela é o leitmotiv das nossas atividades.

“A fuga da incerteza é um ingrediente fundamental, ou pelo menos a suposição tácita, de qualquer imagem composta de felicidade”. Além disso, as ideias nascem quando não existem certezas. Nenhuma descoberta teria sido bem sucedida se não partisse das incertezas.

Seguimos na busca insana pelas certezas porque o incerto é sinônimo de desconhecido, e isso é o que o ser humano mais teme. Adoramos a zona de conforto da certeza porque é o espaço onde acreditamos ter sob o nosso controle. Porém, não é raro que com a lucidez da retrospectiva, percebamos que a certeza não passava de uma ilusão.

Para Nietzsche, aquele que habita em um mundo de certezas, do “tudo conforme o planejado” vive em um mundo ilusório. Porque a vida é movimento. O Niilismo propõe, justamente, que negar o fluir natural da vida é negar a própria existência, e convida-nos a amar a vida como ela é: sem maquiagem, sem artifícios, sem certezas.

Devemos aceitar o fato que tanto a incerteza quanto a contradição fazem parte da natureza humana. Só assim poderemos tornar os nossos passos mais leves, menos perturbados por esses companheiros de vida. Nos basta continuar a conviver com isso sem deixar de lutar para poder reduzir ao máximo as nossas contradições e, portanto, as nossas incertezas.

Onde existe incerteza, existe maior abertura à criatividade. Segundo Einstein, “a criatividade é a inteligência se divertindo”. Fomentar o pensamento criativo é potencializar a capacidade de encontrar diferentes soluções para novos desafios. A criatividade começa com a incerteza e à sua proliferação. Se você tem certeza de tudo, onde está o espaço para a criatividade? Se eu sei tudo, então isso é o fim da história, pois quanto mais eu não sei, mais espaço existe para criar.

“A vida é vivida na incerteza, não importa o quanto você tente o contrário. Nenhuma decisão será isenta de riscos e protegida dos falimentos e arrependimentos tardios.” (Zygmunt Bauman)

A Vida é Movimento e Contínua Transformação – Cap. 14
    




This post first appeared on Pause Reflection - By Eliude, please read the originial post: here

Share the post

Cultive a incerteza. Por trás dela podem se esconder possibilidades infinitas.

×

Subscribe to Pause Reflection - By Eliude

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×