Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Maçonaria. Seria o seu segredo o tão procurado Graal?


Se hoje a Maçonaria não é mais perseguida, porque não difunde o imenso conhecimento que se acredita que essa instituição seja portadora? Qual seria esse segredo? Muito já se falou sobre um segredo, com o qual a maçonaria poderia manter sob controle a Igreja. Seria o tão procurado Graal? Ou, como muitos dizem, seria algum segredo sobre a verdadeira identidade e natureza de Cristo?

A Mensagem de Cristo na Palestina era uma mensagem revolucionária. Foi uma mensagem de amor incondicional para com todos. "Vos dou um novo mandamento: amai-vos uns aos outros como eu vos amei", disse Cristo. O Deus que Cristo pregava, não era o Deus dos judeus, vingativo, ciumento ("Eu sou um Deus ciumento"), terrível, necessário para uma época em que a consciência humana era quase animalesca. Mas era um Deus de amor, que presta atenção às ovelhas perdidas, sem puní-las.

Cristo também perdoou seus inimigos, porque eles não são ruins, mas apenas inconscientes ("Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem"), o que introduz um conceito muito diferente àquele típico de "bom/ruim" ou "certo/errado ". Ele quis dizer que todos os erros que cometemos, são erros por ignorância. A aquisição de conhecimento e o conseqüente poder, é o que determina o crescimento e evolução. Sua mensagem foi a de que, todo o poder que cada um tem a oportunidade de usar, é o homem interior, que está somente esperando para ser trazido à luz por meio de uma prévia individualização, e então, declará-la como sua, trabalhando em sua própria consciência, até que se torne uno com ela . "A tua fé te salvou" – a tua fé, não “Eu”, não Deus, mas a Tua fé, ou seja, a força de tua convicção.

Portanto, a grande inovação de Cristo foi: primeiro, uma mensagem de amor, como motor do universo e como um princípio de Deus; segundo, a simplicidade e a capacidade de usar um poder interior, usando a intenção conscientemente, e de espalhar esta mensagem para qualquer um, não só para os iniciados. Cristo se revelou um verdadeiro fenômeno para aquela época, e Roma começou a tremer, e para bloqueiar a avançada mensagem de Cristo, aplica os métodos mais usuais entre os potentes, quando não se consegue parar um fenômeno: se compra, se corrompe, faz de conta de estar da parte dele ou então, joga lama para desacreditá-lo, mesmo a custo da sua morte.

Desde o ano 391 com Teodósio, a religião cristã se tornou a religião oficial do império, e a partir de então, Roma destrói sistematicamente a mensagem autêntica de Cristo.

A Igreja Católica, torna-se portadora de uma mensagem de ódio e de violência contra o “diferente”, contra o herege, contra outras religiões. Os defensores de mensagens autênticas de amor, como os Cátaros e os Dolcinianos, são, sistematicamente destruídos, em um banho de sangue. Quem ousa propor reformas da Igreja, até mesmo mínima, no sentido da mensagem autêntica de Cristo, é queimado, como Savonarola e Giordano Bruno.

Mas o segredo de Cristo, o verdadeiro Graal, é o Amor. Não aquele amor carnal e sentimental, que estamos acostumados a sentir. Mas uma potente energia com capacidade real de mover montes e montanhas. Esse amor é a única coisa que nos liberta verdadeiramente, e a sociedade rapidamente percebeu isso. Para se ter uma sociedade dócil submissa, era necessário criar uma sociedade sem amor, porque sem amor, as pessoas são infelizes. E uma pessoa infeliz, é facilmente dominada.

E a mídia contribui fortemente para criar uma sociedade enterrado no terror. Em vez de ensinar as pessoas a serem felizes, explicando o verdadeiro significado da vida e da morte, ensina a terem medo da morte, a ficar atenta porque a vida é dura e difícil, precisa-se competir e acotovelar-se para sobreviver e para acumular dinheiro, porque essa é a única maneira para ser feliz. Ou seja, ensina a melhor maneira para ser infeliz. Especialmente, ensina a ser dependente da estima dos outros, e não daquela por si mesmos, de modo que nós possamos depender deles. Mas a chave para a felicidade, é o poder dentro de cada um de nós e esta verdade tem sido escondida durante séculos.

O amor é, portanto, um conceito aparentemente trivial, mas, na realidade, tão revolucionário ao ponto de ser disfarçado como amor cortês, em 1200, e ser comunicado em segredo, nas sociedades mistéricas dos séculos sucessivos, justamente pelo seu nivel revolucionário. Deve ser introduzido lentamente, em pequenas doses na sociedade. Não poderia ser de outra forma, porque a sociedade não está preparada para este conceito.

O Segredo Escondido - Preservar a antiga verdade

Gostaria de levar vocês, metaforicamente, em um lugar real, um evento histórico real, não faz tanto tempo, menos de 300 anos atrás. Um lugar cheio de homens idosos, todos anciãos, todos peritos. Alguns são líderes de governo, outros especialistas em leis, e tem um líder religioso. Estão se reunindo em segredo, sentados em círculo, uma importante reunião que não divulgaremos o nome, ou a cidade, mas que foi real. A reunião era para se concordar de levar as informações adiante, preservando-as de maneiras diferentes, usando as organizações sociais como fachada. Era uma época em que os pensamentos intuitivos espirituais, eram considerados mal, um tempo em que se ensinava que a natureza fundamental do homem nasceu da escuridão e os dons do Espírito eram vistos como obra do diabo. Esses homens tinham que fazer alguma coisa para preservar a simples verdade de Deus, que a humanidade teve por eras, mas que então, estava ameaçada. O nascimento da "religião moderna" estava evolvendoe se começava a ensinar que os seres humanos nasceram manchados, fracos, e que os profetas tinham a chave de tudo e, portanto, tinham de ser seguidos e adorados, ao custo de se morrer. A espiritualidade foi redefinida e embalada em uma forma fragmentada e impessoal. Os homens começaram a escrever as regras tridimensionais de "como se segue e se adora" e começaram a colher poder de tudo isso. A humanidade começou a escorregar para as trevas espirituais que seriam preenchidas com mitologia, sofrimento, morte, guerra e ódio, tudo em nome de Deus.

Aqueles anciãos reunidos colocaram pedras de cristaldentro de seu círculo em um arranjo na forma tetraédricadupla, o que para eles era uma forma sagrada. Com os cristais no chão na frente deles, começaram a cantar uma melodia sem palavras, porque, então, havia o conhecimento de que a voz humana cria uma energia de sacralidade. Deus era visto como sendo "neles" e enchiam a sala com sons, para purificar o que eles estavam por fazer.

As decisões tomadas naquela sala, tornaram-se as sementes das organizações secretas que permaneceram por séculos no planeta. Algumas dessas organizações cresceram e foram mal interpretadas, e outras se tornaramorganizações gananciosas. Algumas queriam usar os segredos para o próprio poder. Outrasforam chamadas de “Iluminados” - aqueles que deveriam seriluminados mas não eram, e outros mantiveram os segredos para si, comunicando muito pouco, preservando a pureza daquilo que tinha sido dado a eles.

Uma dessas organizações é chamada Maçonaria. Se eles pudessem revelar os segredos que eles mantinham naquela época, estes homens lhes diriam que o núcleo da informação é que há um profeta dentrode vocês, chamado Deus e que a fonte da sabedoria, da cura e da energia neste planeta, está dentro de cada um. Que conceito!

Eis o tão discutido segredo? O poder que temos dentro de nós mesmos!

Qual seriaa coisa mais sábia que se poderia dizer sobre esse poder? O Ser Humano tem o pleno controle deste planeta! Os seres humanos, com a sua consciência, podem controlar a terra e os céus acima deles. Com sua consciência, controlam o nível vibratório do que pode acontecer. Com sua consciência, controlam os fractais do tempo”. Significando quepossuímos muito mais poder do que imaginamos. (Mensagem de Kryon, Georgia - 11 de julho de 2009)

Nota: A descoberta de um antigo manuscrito, o Grande Código Isaías, nas Cavernas de Qnram, no Mar Morto, em 1946 nos mostra que nas mãos da humanidade se encerra um enorme poder, à espera de ser utilizado mas que ainda não conhecemos. Explica como podemos escolher qual futuro desejamos experimentar, em sã consciência, revelando as chaves sobre o nosso papel como criadores de nossa reallidade. Àvisão da vida dos essênios, como observado nos Evangelhos Essênios de 2.500 anos atras, refletem a ideia de que eventos externos são um reflexo de nossas crenças internas mais profundas. O que desejamos deve ser realizado simultaneamente no pensamento, no sentimento e no corpo.

Do livro "Deus é Quânticoe está no DNA – Revelações"     


Livro Impresso                   TRAILER DO LIVRO

Digital



This post first appeared on Pause Reflection - By Eliude, please read the originial post: here

Share the post

Maçonaria. Seria o seu segredo o tão procurado Graal?

×

Subscribe to Pause Reflection - By Eliude

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×