Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Por que existe apenas um tipo de Humano no Planeta?

Nebulosa das Plêiades ou Sete Irmãs. Este mosaico de cinco imagens cobrem uma área de quase 70 anos-luz. Nas proximidades das Plêiades, Crédito & Copyright: John Davis
De acordo com o astrofísico Vladimir I. Shcherbak, da Al-Farabi Kazakh National University do Cazaquistão, e Maxim A. Makukov da Astrophysical Institute Fesenkov, nossos genes contêm no seu desenho, um conjunto de padrões aritméticos e ideográficos que sugerem uma linguagem simbólica, escrita hámuitas eras, em um outro lugar da nossa galáxia.
Estes modelos aparecem como o produto de uma precisão lógica e informática não-trivial.
Hipotizam que a mensagem inteligente deixada em nosso DNA tenha sido escrita com uma semântica e uma matemática que não podem ser explicadas com a clássica teoria da evolução darwiniana. 

"Havia naqueles dias, gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus entraram às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama.". (Gênesis, cap. 6 v. 4)

“Deixem a trilha conhecida de vez em quando e entrem pela floresta, certamente encontrarão alguma coisa que nunca viram." Alexandre G. Bell.

Cada átomo do corpo humano, conserva elementos que nasceram dentro das estrelas.
"Muitos anos atrás, quando descobriu-se o DNA, começou-se a analisá-lo e uma das primeiras coisas que viram foi um mistério: o Humano tem dois cromossomos fundidos. Por esta razão, têm 23 cromossomos em vez de 24, como os outros primatas. Biologicamente, é uma anomalia. Se observarem a partir de um ponto de vista químico, notarão que há um elo perdido. O Ser Humano não evoluíu a partir de qualquer coisa que se possa encontrar no planeta: é uma grande peça que falta na evolução. Este é um enigma científico que revela que algo aconteceu para que mudasse quem vocês eram.
Vou dar-lhes um fato que começa a explicar algo no planeta - algo que ninguém pensa, por causa de um preconceito em 3D (a realidade tridimensional em que vivemos), sobre "como as coisas funcionam":

Por que é que existe apenas um tipo de ser humano no planeta, quando há dezenas de formas diferentes em outros mamíferos? O que mudou na evolução do humano, para que isso acontecesse?"

Havia cerca 26 tipos de humano presentes, mas, lentamente, foram reduzidas a 17, antes que os Pleiadianos chegassem aqui (para processos evolutivos normais). Este foi o quebra-cabeças dos Pleiadianos, porque na época da semeadura do planeta, o DNA deveria ser alterado para acolher o complemento espiritual do DNA, dado pelos Pleiadianos. A humanidade precisava ser reduzida a apenas um tipo de Ser Humano - o tipo que existe hoje - e ter também o "DNA do cosmos".
Portanto, vocês são únicos, no sentido evolutivo, com respeito a tudo o que vocês veem ao seu redor. Este processo criou um Ser Humano com 23 cromossomos, enquanto todos os demais possuiam os 24 dos mamíferos convencionais. Pode parecer inverossímel, mas houve uma fusão de partes do seu DNA com um elemento que faz parte do DNA dos Pleiadianos e que eles lhes doaram para criar o cromossoma 23.
Há mais. Em torno do ano 2000, sairam alguns artigos científicos em que se dizia que os antropólogos haviam descoberto que, cerca de cem mil anos atrás, aconteceu algo à humanidade.
Sabia-se que existiam pelo menos 12 a 16 diferentes tipos de seres humanos, assim como todas as variedades de animais mamíferos no planeta. A natureza cria variedades, com o fim de sobrevivência. Havia, portanto, muitos tipos de humanos – diferentes entre si - e então, improvisamente, deixaram de existir. E os antropólogos não entendiam o porquê. Esta seria a história da criação. Há evidências de que algo aconteceu com vocês naquele periodo.

Mas o que aconteceu depois?
Há uma questão que chamaremos a maneira pela qual as espécies trabalham com Gaia. Isso é algo que ocorreu simultaneamente com a criação da grade de Gaia.
Quando falamos das grades do Planeta, vocês podem dizer: "Bem, as grades sempre existiram." Mas apenas uma tem estado sempre lá, e é a grade magnética. Mas era espiritualmente nula. Isto é, ela tinha apenas aquilo que era criado pelo movimento do núcleo da Terra. Hoje, quando falamos de grades do planeta, o tema envolve a consciência da humanidade, que impregna a grade magnética. Falamos também sobre a Grade Cristalina e da grade da consciência de Gaia. Ambas reagem à compaixão humana.
Então, o que fizeram os pleiadianos não foi feito apenas para semear as sementes da mudança da humanidade em direção ao DNA divino, mas também para criar as grades conscientes de Gaia. Eles tiveram que fazê-lo, porque as grades conscientes de Gaia são uma confluência das decisões da humanidade levadas para a energia de Gaia. A consciência de que falamos é o Ser Humano espiritualmente homologado, que existe com um fragmento de Deus dentro de si e com um DNA que tem 23 cromossomas em vez dos habituais 24 que possuem todos os outros seres em evolução biológica.
Portanto, o conjunto de três grades deste planeta, que temos repetidamente falado, formam as grades de consciência de Gaia e foram criadas simultaneamente com a semeadura do DNA Pleiadiano na humanidade. Em todos os ensinamentos que tranasmitimos, especialmente sobre a Grade Cristalina, informamos que essas redes têm reagido à consciência e compaixão humana. Por conseguinte, a essência da energia de Gaia também está relacionado com a criação da humanidade.

"Toda a matéria da qual nós somos feitos, foi construída pelas estrelas. Portanto, nós somos verdadeiramente filhos das estrelas". Margherita Hack – Astrofisica.

Foi assim que surgiu o humano espiritual - Estas são as características do trabalho dos pleiadianos de 200.000 anos atrás, e foi feito em um nível quântico, em modos dos quais vocês não estãoconscientes, no momento. Porque essas coisas estão além de sua capacidade de compreender, agora, uma vez que vocês ainda estãoem uma dimensão de apenas um dígito. Mas o resultado, então, foi uma “Gaia consciente". Então, se poderia dizer que Gaia (energia consciente do planeta) foi efetivamente criada em um nível quântico pela energia da constelação Sete Irmãs (ou nebulosa das Plêiades), da mesma forma que vocês.
Quando os pleiadianos começaram a criar as grades do planeta, Gaia colaborou com o que estava por vir, pois conhecia o propósito, e o que era necessário para a sobrevivência deste novo Humano espiritual. Gaia sabia, uma vez que a energia de Gaia já tinha visto antes. Portanto, o velho atributo que precisava de muitos tipos de Seres Humanos, lentamente foi se exaurindo. Era natural. Não houve uma guerra. Não houve pragas terríveis. Não houve vulcões ou tsunamis para exterminá-los. Mas sim os desgastes naturais, impossibilidade de competir com um tipo de humano com um DNA espiritual e, em 110.000 anos, foram desaparecendo.

Assim, cerca de 110.000 anos atrás, permaneceu apenas um tipo. Isso é ciência, e tudo que vocês estudarem, irá confirmar isso. Os antropólogos já observaram e se perguntaram "O que aconteceu, então, naquela época, que eliminou todos os outros tipos da variedade humana?"
Éum enigma para a ciência, o qual acabo de desvendar, porque a ciência busca o gatilho apenas entre eventos físicos. Em vez disso, foi o casamento da consciência de Gaia, que chamam "Mãe Natureza", que o facilitou. É a mesma coisa hoje, quando vocês veem uma variedade de espécie diminuindo, enquanto os seres humanos ocupam uma parcela maior da terra. Chamarei isto "eliminação adequada das formas de vida únicas, que permite o crescimento de uma consciência global e de uma evolução quântica".
Compreendam isto; Certas espécies sóexistem para permitir que outros subam na escala da natureza e, em seguida, desaparecem. Gaia sabe como é a escala. Vocês não.

Agora chegamos a 90.000 anos atrás. Estamos observando o Ser Humano que tem 23 cromossomos... aqueles das Sete Irmãs.Demorou mais de 50.000 anos antes dele se desenvolver em um Ser Humano quântico, senciente, que conseguisse formar uma civilização, sem qualquer modelo anterior de organização.
As características da consciência que os pleiadianos colocaram em sintonia através de um Ser Humano de 23 cromossomos, promoveram o crescimento, e cada geração se tornava mais sábia com o tempo. No final, muito tempo depois de Lemuria, o DNA humano desenvolveu uma eficiência que levaria àquilo que se vê hoje - a divindade dentro de um ser humano, que é reconhecida e percebida quase ao nascimento, e uma população de quase 7 bilhões de pessoas, das quais, mais de 80% acreditam no mesmo Deus, a até mesmo na vida após a morte.

Uma revelação dentro da geometria sagrada de base 12
Tudo o que se relaciona com a Terra funciona com o “12”! A Base 12 é uma matemática universal, galática e é Sagrada! (Por que então o Ser Humano deveria possuir 23 cromossomas e nao 24?)
O seis é o número que pode ser visto em tudo neste planeta. E seis é o número da harmonia. É a metade de doze. No entanto, o ser humano há, curiosamente, 23 cromossomos e não24. (Como é possível?)

A revelação é que vocês estãono caminho para o 24.
Pouco tempo atrás nós dissemos-lhes algo que você poderia rir. E ainda é assim. Vocês têm outro par de cromossomos que é quântico. Multididensionale. E ele irá se conectar com os outros 23, quando a Consciência da humanidade estiver pronta para que isso aconteça. Levando vocês a 24 cromossomos." Esperem! Kryon
A involução humana - Perdemos o conhecimento quântico - Capítulo XV






This post first appeared on Pause Reflection - By Eliude, please read the originial post: here

Share the post

Por que existe apenas um tipo de Humano no Planeta?

×

Subscribe to Pause Reflection - By Eliude

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×