Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Eu l i - O Ressurgir dos Eternos Titãs

Título: O Ressurgir dos Eternos Titãs (As Crónicas de Amindrius, Bérnia e Efendes vol.1)
Autora: R.C. Vicente
Número de páginas: 606
Ano: 2017
Editora: Chiado
Onde comprar: Livraria Chiado, Livraria Wook

Livro cedido em parceria com a autora

Nas terras dos Gémeos Indomáveis, os descendentes dos filhos dos Deuses vivem sob a forma humana após o enclausuramento dos seus verdadeiros seres... os Titãs... Durante séculos não se vira um Titã na sua forma original, até que, na Batalha do Vale dos Ursos, Wilmarione Von Rimer de Rokkya libertara a sua verdadeira forma e sobrevoara os céus como um enorme dragão branco. Porém, há muito que a grande rainha partira para os Jardins dos Deuses e já se contavam três gerações de Von Rimer depois da sua morte. Três gerações sem nenhum eterno que tivesse sido capaz de libertar sua forma original. Mas, agora, os ventos começavam a trazer consigo cânticos de guerra e na família da grande rainha rokka começava a formar-se uma tempestade que poucos seriam capazes de controlar. No fim, iria ser cada um por si só contra o poderoso Império de Karkalis. E entre guerras, alianças, traições, amores, injustiças e novas amizades, os Titãs iriam... Ressurgir. Até na mais negra e sinistra das criaturas, na mais cruel e maldosa, se pode encontrar uma centelha de luz. Mas nunca o contrário.

Um pouco diferente do universo que conhecemos, a terra dos Gémeos Indomáveis foi construída através de magia e poder. Os filhos dos grandes deuses geraram descendentes, e seus dons, aparência e personalidades  extraordinários foram herdadas por eles. Assim, eram os Titãs: humanos, imortais e com capacidade de se transformarem em grandes animais invencíveis. Através deles foram formadas as famílias mais poderosas dos Gémeos Indomáveis.

Entretanto, os titãs sofreram um enclausuramento com o passar do tempo. Eles não conseguiam mais usar totalmente os poderes herdados, nem se transformar nos gigantescos animais que levavam o brasão das famílias, mas ainda eram temidos pelos humanos mortais.

Mais tarde, uma profecia perpetuou a notícia de que um dos gêmeos nascidos da união entre os Von Rimer e os Al- Ashrivas, se tornaria um ser monstruoso, e iria trazer mortes, guerras, e ainda mais desgraças, tanto pelas famílias envolvidas, quanto para aqueles que cruzarem o seu caminho.

Desse modo, Maximiliano Von Rimer foi condenado antes mesmo de virar homem, porque ainda garoto fora flagrado assassinando sua irmã recém-nascida. Logo as atitudes do "Demônio" foi ganhando fama, e todos passaram a temê-lo. Mas graças ao seu avô, Bóris Von Rimer, ele herdou o império de Dorv, e pôde reconstruir o que sobrou de sua vida. Por outro lado, o ódio de seu pai Vladimir, de seu gêmeo Yágoh e dos demais habitantes dos Gémeos Indomáveis, ia aumentando.

Enquanto isso, a chegada dos príncipes desertores das Ilhas Salvícias pretende trazer uma série de mudanças em meio uma guerra já instaurada. A partir daí haverão revelações, alianças, intrigas, e até mesmo um amor puro e sincero poderá nascer em meio ao caos.


Uma história fascinante!

Com capítulos bem demarcados, o mundo mágico criado pela R.C. Vicente consegue envolver os leitores a cada página. Os personagens foram muito bem construídos, e a descrição rica em detalhes consegue cativar os maiores fãs da fantasia.

A autora pensou em tudo, fez tudo impecavelmente... Para começar, essa capa linda e maravilhosa é uma ilustração da própria R.C. Na parte de dentro, além da magnífica história, tem um mapa da terra dos Gémeos Indomáveis (para podermos situar onde fica cada lugar), há os brasões das principais famílias descendentes dos titãs, e a cada capítulo haviam pequenas imagens simbolizando-os. Todos produzidos pela escritora.

A diagramação está excelente. O tamanho das letras está confortável para os olhos, e sempre que me via perdida quanto as nomenclaturas, recorria aos glossários, ao mapa ou as árvores genealógicas para me situar melhor. Lembrando que é uma obra escrita em português de Portugal, portanto haverá algumas diferenças com o português do Brasil.




A minha única reclamação é sobre o material gráfico da capa. Devido a quantidade grande de páginas, penso que a editora deveria ter investido melhor, pois não possui orelhas e o material deixa bastante a desejar. Por mais cuidado que tive a capa ficou desgastada, e uma obra linda dessa merece um trabalho de qualidade, não é mesmo?

Enfim, a leitura conseguiu me encantar profundamente. Recomendo imensamente a todos que procuram um enredo de fantasia criativo e inovador, pois a proposta da autora é justamente essa.  Mal posso esperar pelo próximo volume :)



This post first appeared on Vícios E Literatura, please read the originial post: here

Share the post

Eu l i - O Ressurgir dos Eternos Titãs

×

Subscribe to Vícios E Literatura

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×