Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

O Barco do Tempo Segue Adiante -Sri Chinmoy, poema

O céu me chama,

O vento me chama,

A lua e as estrelas me Chamam.

Os verdes e densos bosques me chamam,

A dança da fonte me chama,

Sorrisos me chamam, lágrimas me chamam.

Uma suave melodia me chama.

A aurora, o meio-dia e o crepúsculo me chamam.

Todos buscam por um colega a brincar,

Todos me chamam: “Venha, venha!”

Uma voz, um som, por toda parte.

Ora, o Barco do Tempo segue adiante.

-Sri Chinmoy



This post first appeared on Poesia Divina, please read the originial post: here

Share the post

O Barco do Tempo Segue Adiante -Sri Chinmoy, poema

×

Subscribe to Poesia Divina

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×