Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

As rugas que conto.


Certeza que não dá pra ficar?! 
Mais um pouco que seja. 
Trago da venda um bolo de fubá
Enquanto você faz um café pra nós dois. 

Certeza que não é cedo?! 
Os meninos já se criaram, eu sei 
Há muito não caminho sem você

Eu esqueci de datas e segredos
Mas não foi por mal, eu juro
Ainda tenho a aliança no dedo
E sei que é o teu nome que procuro

Quem vai atender sem eu chamar?!
A quais, minhas rugas vão somar?
Me espere, que vou com você
Eu até vou no seu lugar

Certeza que não dá pra ficar?! 
Segura minha mão outra vez
Escute o que tenho no olhar
Foi amor a vida inteira


This post first appeared on Eden Sem Acento, please read the originial post: here

Share the post

As rugas que conto.

×

Subscribe to Eden Sem Acento

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×