Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Amor Passageiro - Crônica #1



Resultado de imagem para amor passageiro metro




Em um dia com nuvens cinzas e brancas ofuscando o Sol, estava eu e 4 Amigos a caminho do metrô para podermos ir para casa após um dia cansativo e demorado no colégio. Ao longo da caminha conversamos sobre a escola e as pessoas do colégio e fazíamos alguns brincadeiras típicas de adolescentes. Até um deles começarem a me ''zoar'' com uma menina baixa de cabelos curto que era da nossa sala. Eles diziam que nós fomos feitos uma para o outro e eu, claro, dizia que eles estavam viajando e que isso tudo não passava de uma ilusão e o que há entre eu e essa menina era apenas uma bela amizade, porém às vezes eu sinto que gosto dela e aquele sorriso dela me encanta.

E então chegamos no metrô De um grupo de quatro amigos, apenas dois pegam o metrô comigo, o restante vão de ônibus para casa. De pé a espera do metrô, eu e esses dois amigos continuávamos a nossa conversa, porém, falávamos da matéria e das provas que iria acontecer na semana seguinte e lá estávamos felizes e sorridentes falando dos professores e matérias escolares. 

E assim as estações do metrô passavam e se aproximava a estação que meus amigos iriam descer. Num breve momento o nossa assunto acaba e sem nada para falar e fazer eu olho para o fundo do vagão do metrô e vejo uma bela e simples garota de cabelos loiro curto com seus amigos. Fiquei admirando-a por um breve tempo, quando um Dos Meus Amigos empurro meu ombro sinalizando que iria descer na próxima estação. 

E a estação dos meus amigos chega, me despeço com um aperto de mão e vou a procura de um lugar para me sentar. Encontro um banco bem no meio do vagão, me sento e procuro a belíssima garota dos cabelos loiro e acabo encontrando-a e percebo que os amigos dela desceram na mesma estação dos meus amigos. E lá estava ela procurando um lugar para senta-se e simplesmente vaga um lugar na minha frente e ela percebe e vai atrás do lugar. Meu coração começa a acelerar e começo pensar em várias e várias coisas. Quando ela senta ela acaba me percebendo ali e me olha, eu finjo que não quero nada e acabo olhando para o nada, meu maior erro.

Lá estávamos frente a frente, ela olhava para mim e eu para ela, intensas trocas de olhares. Até que pensei em falar com ela, porém, essa pensamento passou depressa e acabei desistindo. E minha estação se aproximava-se e o medo dominava-me e acabei aceitando a situação e desistir de ir falar com ela.

O tempo passa e ainda estávamos no mesmo metrô e eu comecei a cogitar-se que ela iria descer na mesma estão que eu, que seria a última estão do metrô, e lá estava mais uma chance do destino. Chegamos na estação final e eu jurei que iria falar com ela mas o medo acabou me dominando novamente e pegamos caminhos diferentes.


E lá se foi mais um amor passageiro, uma breve paixão temporária.



This post first appeared on Rotineiros, please read the originial post: here

Share the post

Amor Passageiro - Crônica #1

×

Subscribe to Rotineiros

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×