Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

A mídia não entende o agir de Deus na eleição de Trump, diz pastor Franklin Graham

“Os grupos de oração foram iniciados. As famílias oraram. As igrejas oraram. Depois os cristãos foram para as urnas e Deus se manifestou”, afirmou o evangelista Franklin Graham.

O Evangelista Franklin Graham afirmou nesta semana que, enquanto especialistas e analistas eleitorais tentam descobrir como suas previsões sobre as eleições presidenciais dos EUA foram frustradas – já que as pesquisas apontavam para a vitória de Hillary CLinton e não de Donald Trump – eles acabam não entendendo o agir de Deus neste contexto.

Em uma postagem feita em sua página oficial do Facebook, na última quinta-feira, o pastor e presidente da ‘Bolsa de Samaritano’ e da ‘Associação Evangelística Billy Graham’, comentou: “Deus se manifestou? Quando vejo as notícias após as eleições, a mídia secular continua perguntando ‘Como isso aconteceu?’; ‘O que deu errado?’; ‘Como é que não percebemos isso?”.

“Alguns estão em estado de choque, os especialistas políticos ficam surpresos, muitos achavam que a chapa ‘Trump / Pence’ não tinha chances, mas nenhum deles entende o agir de Deus”, afirmou.

Muitas análises mostravam que Donald Trump ganharia com o apoio dos eleitores brancos da classe trabalhadora na região de ‘Rust Belt’ [Região Nordeste e dos dos Grandes Lagos dos EUA], dando-lhe uma clara vantagem em estados como Pensilvânia e Wisconsin. Mas Graham tem uma outra teoria.

“Centenas de milhares de cristãos de todo os Estados Unidos estiveram em oração. Este ano eles se reuniram em cada estado para orar por estas eleições e pelo futuro da América. Os grupos de oração foram iniciados. As famílias oraram. As igrejas oraram. Depois os cristãos foram para as urnas e Deus se manifestou”, afirmou.

Começando pela cidade de Des Moines, Iowa, no primeiro dia de fevereiro (2016), Graham realizou uma excursão chamada “Decision America”, com seu ônibus por todos os 50 estados dos EUA, onde reuniu milhares de pessoas em cada capital, exortando todos os americanos a orarem pelas eleições e pedir que líderes justos fossem colocados no poder.

Em paralelo às campanhas eleitorais dos candidatos, o pastor alertou sobre os perigos da impiedade e o progressismo secular.

“Enquanto a mídia quebra a cabeça e tenta entender como isso aconteceu, eu acredito que a mão de Deus interveio na noite daquela terça-feira para impedir que a agenda ateísta e progressista tomasse o controle de nosso país”, disse Graham.

“O Presidente eleito Donald J. Trump e o Vice-Presidente eleito Mike Pence vão precisar de muita ajuda e eles continuarão a precisar de muita oração. Eu oro para que o Presidente eleito esteja rodeado de homens e mulheres piedosos, que o ajudem, o aconselhen, o orientem, enquanto ele conduz a nação. Minha oração é que Deus abençoae a América novamente!”, concluiu o pastor.

De acordo com os dados de votação de saída do New York Times, os cristãos evangélicos compareceram em peso no dia da votação e uma maioria considerável deles votou para na chapa ‘Trump / Pence’.



This post first appeared on Portal Da Teologia, please read the originial post: here

Share the post

A mídia não entende o agir de Deus na eleição de Trump, diz pastor Franklin Graham

×

Subscribe to Portal Da Teologia

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×