Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

A maravilhosa epopeia da blogger que descobriu que ver Youtube faz bem à pele.

cosmetic-1798154_960_720.jpg

Foi quase no final do ano passado que o vício do Youtube se me pespegou. Começou pelos vlogs e evoluiu rapidamente para tutoriais de maquilhagem. É fascinante como este ser que vos escreve, uma nulidade em qualquer tipo de trabalho manual (que é o que a maquilhagem também é, se pensarmos bem) se deixou embeiçar por isto. O encantamento com que as ditas vloggers falavam do produto X e Y (fosse patrocinado ao não) era o encantamento com que eu as ouvia – e eu nem os tinha, nem os sabia ou tencionava usar. Perfeitamente inexplicável. 
 
Aos poucos foi-se dando o fenómeno “e porque não?” e passei a experimentar melhor as coisitas que eu tinha lá por casa, coisas que tinha comprado nos saldos da KIKO, essencialmente, com a leve crença que já as sabia usar (e não sabia). Depois comprei algumas que me faltavam. E hoje em dia tenho uma gaveta cheia de tintas e utensílios para besuntar a cara. Nuns campos mais noutros menos (já domino mais ou menos bronzer, iluminador e sombras de olhos, mas continuo a ser zero à esquerda no eyeliner). Portanto, primeiro fenómeno: ver Youtube fez-me aprender a maquilhar melhor – só de me lembrar como eu achava que as sombras se usavam, fico com o blush natural. 
 

Ora, o que aconteceu a seguir? Esta pessoa que tinha sempre a melhor das intenções em relação a cremes e afins, mas nunca os usava mais de três dias seguidos, começou a sentir necessidade de, por besuntar a Pele mais vezes, tratar a pele mais vezes. Tirar a maquilhagem, limpar, hidratar. Maquilhar-me mais fez-me tratar melhor a pele da fronha. Ver Youtube fez-me bem à pele. Se antes maquilhar-me um dia e não tirar a porcaria da cara era mesmo só um dia e não fazia mal, agora são vários dias e sinto-me culpada por não tratar da pele como se não lavasse os dentes. 

 
Maquillalia, Fapex, Uriage, Clinique, Nyx, Nars, Urban Decay, Kiko, Sephora e essa tal de Berenice, cheguem-se cá ao patrocínio, se faz favor. É que agora, deixei de ter suores frios só para fechar o site da Mango e da La Redoute e passei a querer-vos bem também.  
 
O certo é que hoje em dia a minha pele está menos oleosa e mesmo “naquela” altura do mês as borbulhas (querem que eu diga espinhas?) são muito menos frequentes. E se sujar a cara foi o caminho para melhor a limpar, pois que seja. Viva o Youtube, caramba.  



This post first appeared on Maria Das Palavras, please read the originial post: here

Share the post

A maravilhosa epopeia da blogger que descobriu que ver Youtube faz bem à pele.

×

Subscribe to Maria Das Palavras

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×