Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Customização Moderna

Customização - 012Customizar não é mais reaproveitar peças velhas para que deixem de aparentar os estragos do tempo. Hoje, personalizar peças de moda significa imprimir no vestuário e nos acessórios um estilo pessoal, criativo e informado.

Em um passado recente, a justificativa para interferir numa peça de roupa era porque ela já estava bem desgastada, quase caindo aos pedaços. Essa ideia não era muito bem recebida pelos jovens, pois remetia a uma mania que as avós tinham para aproveitar ao máximo uma peça tapando eventuais furos e imperfeições (remendos). E o principal motivo da frustação dos netos era porque acabava com a expectativa de poder pedir uma coisa nova. Como bem sabemos, o bacana sempre foi o novo, isso inclusive é uma das vertentes mais enraizadas no universo da moda: apenas por ser novo, subentende-se ser melhor que o antigo, por isso que irá substitui-lo. Além disso, o diferente sempre nos foi atraente, entretanto agora sua conotação mudou. O diferencial que antes era baseado em algum luxo acessível para poucos, hoje encontramos no exclusivo. E quando se fala de exclusividade, também não significa que ela seja proveniente de grifes famosas e edições especiais caríssimas. O famoso valor agregado está deslocado para algo muito mais simplista, criado até nas pequenas cooperativas de artesãos que desenvolvem produtos genuinamente diferentes. Além de tudo, ainda possibilita o reaproveitamento de matérias-primas nas suas criações.

 

Customização - 01

Por isso que hoje, interferir em objetos, para torná-los mais pessoais, vai muito além de não querer gastar dinheiro. Aliás, muitos dos consumidores que têm essa consciência teriam condições de pagar por algo novo. Mas essas pessoas preferem resgatar peças antigas e, se der vontade, até customizá-las. Nunca os brechós voltaram com tanta força. Mais do que o “último grito da moda”, queremos produtos que possuem memória e que nos contem uma história. E esqueçam aquela imagem folclórica popular da customização, hoje é tudo muito charmoso. As revistas e blogs ajudam a elevar essas técnicas a algo bem interessante. Isso inclui as doações e as trocas que estão fazendo sucesso. Ou até aplicações em peças recém-compradas já que adquirir numa loja de departamento, onde tinha mais vinte iguais à disposição, não tem muita graça. Inúmeros tutoriais ensinam como fazer daquela regata um referencial de estilo com algumas aplicações de tachas, um cinto com um elástico antigo, como transformar retalhos em broches, fazer daquele lenço uma blusa e assim por diante, a cada dia uma ideia nova para aproveitar o que se tem em casa. Assim, além de diminuir o consumo, traz aquela sensação de estar salvando o planeta e também garante um produto especial.

 

Customização - 05

Customização - 04O melhor é que essas alterações personalizadas ajudam a reforçar o estilo do dono, possibilitando por meio de colagem de strass, por exemplo, desde um desenho de caveira até de coração. Ou uma caveira de corações. Isso ajuda significativamente a ampliar as possibilidades aos que tem um gosto mais peculiar, já que, por mais que as opções estejam aí, nem sempre achamos o que gostaríamos. Ao menos não à disposição imediata nas lojas de algumas regiões. A personalização está trazendo de volta o que perdemos na industrialização – e depois houve uma superficial releitura na globalização. Agora voltamos a algo mais pessoal e artesanal.

Customização - 013

 

Customização - 010Customização - 09

 

 Esse conceito pode ser estendido ao ramo da decoração também, onde há outro universo rico para explorar, com dicas para repaginar objetos antes deixados de lado ou que iriam para o descarte. Vale lembrar que mesmo ficando com um aspecto caseiro, não significa perda de qualidade. E a procura é grande não só por uma questão sustentável, mas de exclusividade mesmo. Porque, levar pra casa só o que comprou parece quase algo ultrapassado. No mínimo tem que haver possibilidades para alterá-lo de acordo com nossa cara. Ou até mesmo fazer o seu próprio.

Então a gente deve sempre estar atento ao que queremos fazer com nossas coisas. Observando o novo do velho ou o velho do novo. Mas reciclando, criando, copiando e sempre customizando a vida e as coisas da vida.

Abraços

Nill Dumont

 


A Magia está de Volta

 

wicca-02-menor

CURSO DE INICIAÇÃO À WICCA

SAIBA MAIS AQUI



This post first appeared on Vila Dumont, please read the originial post: here

Share the post

Customização Moderna

×

Subscribe to Vila Dumont

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×