Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

The Heartless




A sombra antes curvada em reverência, hoje aponta a lança em sua direção.
Os ídolos queimam no quintal em uma fogueira improvisada, sob o chão de concreto vê sua ultima luz.

O dia está escuro, por vezes parei de respirar, a lança agora junta- se ao peito, encara o centro do alvo como sua ambição letal.

Ao longe existe uma continuidade, o som dos carros transitando sobre o asfalto orienta os ouvidos, o vento encontra as cortinas da sala oferecendo vida e movimenta as rosas estampadas sobre o tecido, um cão late indiscriminadamente alertando o perigo irreal.


Permita explicar a ausência de amor, rabiscar promessas em madeira e protagonizar o desprezível culto,  entre o altar e a amante toda a insanidade em um pacto decadente e superficial ao ponto de não podemos distinguir o que queima ao fim.


This post first appeared on Olocaos 281, please read the originial post: here

Share the post

The Heartless

×

Subscribe to Olocaos 281

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×