Get Even More Visitors To Your Blog, Upgrade To A Business Listing >>

Como lidar com um bajulador?


Bajuladores:
Resultado de imagem para bajuladores
Nosso artigo sobre como lidar com manipuladores ajudou muita gente e é um dos campeões de acesso aqui no nosso site, se você ainda não viu não perca essa oportunidade de tomar uma vacina definitiva contra Esse terrível predador imunize-se! Clique na flecha e te levamos lá.





Hoje vamos conversar sobre uma subespécie dos nossos temíveis manipuladores, um ser que se especializou em uma área da manipulação e sabe todos os truques e artimanhas para te levar ao que ele quer, lidar com essas pessoas é um jogo de xadrez, ela sempre vai estar disposta a sacrificar algumas coisas para que você sacrifique sua liberdade por ela, não quer isso? Continue com a gente e imunize-se...

A dinâmica do coitadismo:
Resultado de imagem para vitimismo
Antes de tudo, um bajulador não deixa de ser um manipulador, ao contrário dos manipuladores perversos, bajuladores não tem tantos recursos e tendem a não ser tão agressivos, mas estes tendem em algum momento da vida a tornarem-se manipuladores perversos.

Bajuladores geralmente foram pessoas que sofreram abusos de confiança, na maioria dos casos foram crianças minadas ou super protegidas que não souberam se impor ou contrariar os demais, cansados do relacionamento abusivos começaram a usar sua personalidade submissa como uma arma para conseguir das pessoas o que querem. Isso nascer de um sentimento distorcido de débito que a sociedade tem com essas pessoas, suas visões de mundo são desvirtuadas e elas não possuem mecanismos sociais considerados normais.

Bajuladores são pessoas com personalidades limítrofes e mecanismos de defesa mentais muito limitados, geralmente com bajuladores sua mente é estruturada em três pilares mentais: 1 Aproximação, 2: Auto degradação, 3: Cobrança. Essa estrutura mental leva pessoas dessa estirpe a viver em um ciclo e bajulação, manipulação e brigas.

Como identificar um bajulador:
Resultado de imagem para person with masks
Com um bajulador não teremos grandes dificuldades em identifica-los como teríamos em um manipulador perverso que sabe se personificar naquilo que sua vítima almeja,  o bajulador será aquele individuo coitado e de aparência submissa e frágil que demostra uma dedicação anormal a te agradar.

Bajuladores tendem a falar sobre suas vidas como catastróficas e como são perseguidas e usadas, elas falam isso com veracidade, pois em certo ponto de suas vidas  foram de fato usadas, mas não com a proporção proposta pelo bajulador.

Eu vivo com um e agora?
Resultado de imagem para antagonism
Supondo que sua situação seja passional ou fraternal então entendemos que há uma escolha a sua frente, você pode optar por permanecer ou não com essa pessoa, isso vai de você, se o relacionamento está te consumindo emocionalmente então a alternativa mais saudável é deixar esse relacionamento tóxico.

Se você quer terminar um relacionamento com um bajulador a melhor forma de fazer isso é ser direto e sem rodeios. Chegue e diga ao seu par que não está mais satisfeito e o relacionamento acabou, só isso, e saia do ambiente na mesma hora! O motivo disso é que logo após a decepção vem o drama e descontrole emocional e você meu amigo leitor não precisa suportar isso, assim que disser o que precisa corte todas as formas de contato o quanto antes.  O que estou descrevendo sem duvidas é cruel, porém necessário.

Não haja assim com pessoas de personalidade normal, pois ela sabem lidar com negativas e términos, um bajulador tem uma grande dificuldade em deixar seu objeto de manipulação livre, isso porque ele precisa de você como uma muleta emocional e não vai te deixar ir embora assim tão fácil, então vá embora e tranque a porta.

Não quero terminar ou sou obrigado a conviver com essa pessoa:
Resultado de imagem para helping hand
Digamos que se trate de um colega de trabalho, escola, faculdade, um membro da sua família ou um par romântico que você tem vontade de ajudar, em qualquer situação que você não tenha escolha a não ser conviver com essa pessoa, existem algumas dicas que tornam possível a convivência com Esse Tipo de gente, veja agora:

Cuidado com favores: Manipuladores e bajuladores usam favores como moeda de troca, embora possa ser cômodo ter alguém fazendo suas tarefas mais triviais o preço cobrado por chantagens emocionais depois é muito alto para se pagar.

Drama é código vermelho: Uma arma poderosa no arsenal daqueles que sofrem esse distúrbio é a manipulação pelo drama. Eles vão chorar, gritar, te cobrar e acusar, a ideia aqui é reverter a situação para o lado do manipulador e fazer você ser o algoz. Nessas horas seja frio ou se não for possível deixe o local, não entre no jogo pois ele vai ganhar.

Abraçar é aceitar: Nunca estimule comportamentos inadequados vindos de bajuladores! Uma vez que você cai no engodo e fica do lado do bajulador você esta incentivando o comportamento negativo e está também entrando em um contrato emocional distorcido com o manipulador.


Não incentive dramas pessoais: A vida de um bajulador sempre vai ser a pior possível, ele vai contar como esta doente, endividado ou infeliz, tudo isso é um subterfugio para arrancar-lhe piedade e carinho, esse tipo de pessoa não sabe conseguir atenção ou afeto de forma saudável. Se um bajulador começar a reclamar de qualquer assunto que seja procure falar de outras coisas que demonstre um claro desinteresse no assunto, pois uma vez que você engrene no assunto ele vai levar você ao lado dele.

Elogios para eles são contratos: A marca registrada de um bajulador é obviamente a bajulação, cuidado redobrado a elogios exagerados ou que te soem forçados, eles fazem isso para abaixar sua defesa, eles sabem como seu ego pode ser usado contra você e a favor deles, nunca subestime a inteligência dessas pessoas, esse é um erro que pode te custar anos de um psicodrama emocional.

Como ajudar uma pessoa assim?
Resultado de imagem para helping hand
É possível reverter esse quadro, pois não se trata de uma disfunção emocional tão grave. A primeira coisa a fazer é deixar bem claro a pessoa afetada que ela sofre de um problema e que não é vergonha nenhuma admitir, faça com que pareça que ela vá ganhar algo confessando, pois o simples fato dela vocalizar que tem um problema tem um grande impacto em seu subconsciente e pode ser o passo derradeiro para iniciar sua jornada em busca da saúde mental. O próximo passo é procurar a ajuda de um conselheiro ou psicólogo de sua confiança, pois com uma terapia e aconselhamento adequando essa pessoa pode se tornar um membro produtivo e equilibrado da sociedade.

Há algumas coisas que você pode fazer no decorrer do seu convívio com o bajulador que vão ajudar a minar e desabilitar esse comportamento perverso, por exemplo, procure ser uma pessoa muito otimista, pois a influência positiva coloca em perspectiva o comportamento negativo presente em bajuladores.

Ser firme e assertivo sobre seus sentimentos e nunca fique parafraseando muito sobre coisas da sua vida pessoal, essa é uma dica muito importante para não deixar de ser uma ajuda e ser uma vítima, fale o menos possível sobre sua vida privada, detalhes dão a essa pessoa poder, então deixe esse comportamento fraco.

Seja paciente acima de tudo, entenda que essa pessoa sofre de um problema comportamental e que até o momento da terapia esse tipo de gente encara seu comportamento como normal e imagina que as outras pessoas os interpretam de forma errada. Vai haver dramas e surtos então seja paciente se sua intenção é ajudar.
Reforço que caso não haja nenhuma necessidade de conviver com esse tipo de pessoa é altamente recomendável que você diga para a pessoa procurar ajuda profissional e se afaste, pois a maioria de nós não tem a paciência necessária para lidar com esse tipo de comportamento e acabamos por responder de forma ríspida e nisso reforçamos o comportamento negativo dessa pessoa.

Bajuladores estão em toda parte então seja bem seletivo com quem você deixa entrar em sua vida, pois uma vez dentro esse tipo de desequilibrado pode causar danos irreparáveis em sua vida.

É isso ai pessoal, esse é mais um dos quadros que falos como psicologia comportamental, se esse tipo de artigo é útil para você não deixe de ver nossos outros artigos sobre emoções e comportamento, basta clicar no botão abaixo:

                                                             Ler mais sobre o assunto...


Não deixe de ver mais sobre nossos projetos, veja aonde cada um dos ícones te leva:
          


This post first appeared on Near Place, please read the originial post: here

Share the post

Como lidar com um bajulador?

×

Subscribe to Near Place

Get updates delivered right to your inbox!

Thank you for your subscription

×